Óculos que funcionam sincronizados com smartphone e diversos sensores utilizados em práticas esportivas estão em pré-venda nos EUA por R$ 1.360

Antes mesmo de estar disponível nas lojas, o Google Glass virou o assunto do momento nas rodas de conversa dos amantes de tecnologia. De forma discreta, mas com igual entusiasmo no mundo dos atletas, outros óculos foram lançados recentemente por um desenvolvedor de menor porte. Chamado de Recon Jet, este dispositivo faz parte desta nova safra de computadores que podem ser "vestidos" pelo usuário.

LEIA TAMBÉM:
Óculos do Google terão tela HD e câmera de 5 megapixels
Fotos: Óculos inteligentes do Google ganham novos concorrentes
Conheça o Google X, o laboratório secreto do Google

Como é voltado aos praticantes de esporte, o Recon Jet não sai de fábrica com recursos que suportam comandos de voz. Segundo a fabricante, muitas modalidades esportivas envolvem ruídos externos excessivos que dificultariam o reconhecimento da voz do usuário. Outras modalidades necessitam de silêncio para que o atleta consiga manter sua concentração. No entanto, desenvolvedores poderão ativar comandos de voz em seus aplicativos criados para o Recon Jet no futuro.

Com os óculos, corredores, triatletas e ciclistas conseguem ver informações em tempo real sobre seu desempenho, como velocidade, distância percorrida e frequência cardíaca (desde que o dispositivo esteja conectado a um monitor cardíado por meio de Bluetooth, por exemplo). Além disso, o óculos mostra chamadas de voz e mensagens de texto (SMS) recebidas no smartphone, o que facilita a comunicação durante os treinos.

O Recon Jet está em pré-venda nos Estados Unidos com preço de US$ 599 (cerca de R$ 1.360). A entrega, de acordo com a empresa, será feita para os primeiros compradores a partir de fevereiro de 2014. O produto está à venda nas cores preto e branco.

Principais recursos

O aparelho vem com uma tela widescreen WQVGA projetada no canto direito inferior da lente dos óculos. O local de projeção da tela nas lentes foi definida desta forma para desobstruir ao máximo a visão do mundo real. Esta projeção corresponde a um monitor de 30 polegadas posicionado a dois metros de distância do usuário.

Para controlar o Recon Jet, a fabricante integrou um touchpad na parte externa dos óculos, um recurso que também está presente no Google Glass. O touchpad do Recon Jet diferencia toques curtos, longos e gestos múltiplos feitos com os dedos.

O sistema do Recon Jet é baseado em Android e seu processador é um ARM Cortex-A9 com dois núcleos. O produto recebeu 1GB de memória RAM. O aparelho conta com conexões similares a maioria dos smartphones e tablets, entre elas Bluetooth 4.0 e Wi-Fi.

Um GPS também foi adicionado para rastrear os percursos e velocidades das atividades físicas praticadas. Dispositivos ANT+ compatíveis podem ser conectados ao Recon Jet, como sensores de frequência cardíaca, cadência de pedaladas e termômetros, que não acompanham o produto.

Para registrar aquele momento radical, uma pequena câmera de alta definição (720p) com microfone foi embutida no óculos. Segundo o fabricante, nas próximas atualizações do sistema, a empresa pretende incluir um recurso de desligamento automático da projeção da tela, quando o usuário não estiver com o foco de sua visão nela.

A duração da bateria é estimada entre quatro e seis horas, dependendo da intensidade de uso e quantidade de recursos utilizados. O dispositivo não pode ser instalado em outras armações de óculos. As lentes não podem ser substituídas por outras prescritas, pois foram desenvolvidas para evitar reflexos na tela projetada.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.