Dono do Lavabit publicou uma mensagem afirmando que foi obrigado a fechar a empresa para não tornar-se cúmplice dos supostos crimes do ex-técnico que denunciou espionagem

Edward Snowden, que revelou o programa de monitoramento da NSA: 'Não tenho nenhuma intenção de esconder quem sou porque sei que não fiz nada de errado'
Reprodução/ Guardian
Edward Snowden, que revelou o programa de monitoramento da NSA: 'Não tenho nenhuma intenção de esconder quem sou porque sei que não fiz nada de errado'

Parece que o ex-analista de inteligência dos Estados Unidos Edward Snowden terá que encontrar um novo serviço de emails, já que o Lavabit, supostamente usado por ele, fechou as portas inesperadamente, segundo informações do site Engadget .

O dono da empresa, Ladar Levison, publicou uma carta aberta nesta quinta-feira (08) afirmando que foi forçado a tomar uma difícil decisão: tornar-se cúmplice dos crimes contra o povo americano ou" encerrar um duro trabalho de cerca de dez anos ao fechar o Lavabit".

Levison também alegou estar impedido de dar detalhes mais específicos sobre o assunto, afirmando que uma ordem de mordaça aprovada no Congresso o obrigou a agir desta forma.

Enquanto a situação de Levison parece desesperadora, ela ainda pode não ser definitiva. Em sua mensagem, ele disse que levaria em frente sua luta para tentar reerguer o Lavabit através de um apelo judicial.

Há alguns meses, Snowden tornou públicas várias informações confidenciais da Agência Nacional de Segurança (NSA), do governo de Estados Unidos, que o acusou de roubo de propriedade e de espionagem. Ele pode ser julgado por traição ao seu país.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.