Chinesa anuncia Ascend G510, com tela de 4,5 polegadas e câmera de 5 megapixels

A Huawei anunciou, nesta terça-feira (13), o inicio da fabricação local de seu primeiro smartphone no Brasil. O Ascend G510 conta com sistema operacional Android na versão 4.1, tela de 4,5 polegadas e espessura de 9,9 milímetros e chega às lojas da Vivo no final de agosto por R$ 699. Ainda não há informações sobre quando o produto estará disponível nas lojas de outras operadoras brasileiras e no varejo.

LEIA TAMBÉM:
Huawei anuncia Ascend P6, o smartphone mais fino do mundo
Chinesas promovem celulares sofisticados para ganhar visibilidade

Smartphone Ascend G510, da Huawei, é equipado com processador Snapdragon de 1,2 GHz
Claudia Tozetto
Smartphone Ascend G510, da Huawei, é equipado com processador Snapdragon de 1,2 GHz

Com o produto, a Huawei ainda não pretende disputar o mercado brasileiro com smartphones topo de linha, como o iPhone 5 e o Galaxy S4, mas atingir o mercado intermediário de smartphones, ainda bastante orientado a preço.

Outros produtos mais avançados da fabricante, como o Ascend P6 e o Ascend Matte, devem chegar ao mercado brasileiro nos próximos meses. "O consumo de dados no Brasil está aumentando, mas ainda é limitado pelos dispositivos que os brasileiros usam. Queremos ajudar a mudar isso", diz Veni Shone, CEO da Huawei no Brasil.

O Ascend G510 é equipado com processador Snapdragon de 1,2 GHz com dois núcleos, câmera traseira que fotografa com resolução de 5 megapixels com flash e outra frontal, para videochamadas, de 0,3 megapixel. No lançamento, o smartphone será vendido apenas por meio da operadora Vivo, mas deve chegar às lojas de outras operadoras e do varejo no futuro.

Produção local

A Huawei já fabrica localmente outros produtos de sua linha voltados para infraestrutura de rede, mas, apesar de estar investindo fortemente em sua linha de smartphones em todo o mundo, trata-se da primeira vez que a empresa investe na produção local de celulares.

Ascend G510, smartphone da Huawei fabricado no Brasil, tem câmera de 5 megapixels
Claudia Tozetto
Ascend G510, smartphone da Huawei fabricado no Brasil, tem câmera de 5 megapixels

A produção será feita em parceria com a Compal Electronics, em sua planta localizada em Jundiaí, interior de São Paulo.

Com a produção local, a empresa obteve incentivos fiscais do governo por meio do Processo Produtivo Básico (PPB), o que permitiu oferecer o produto na loja com preço 15% a 20% mais barato. A produção inicial do Ascend G510 será de 100 mil unidades.

Garantia de dois anos

Além de reduzir o valor do produto para ganhar mercado, a Huawei anunciou que oferecerá dois anos de garantia aos consumidores. "Estamos muito confiantes na qualidade do nosso produto e, como sabemos que os brasileiros não trocam de celular todo ano, queremos garantir a experiência com o produto", diz Shone.

A estratégia de oferecer maior tempo de garantia de fábrica tenta desmistificar a qualidade dos produtos chineses para os usuários, já que os celulares sem marca chineses são populares em grandes centros de compra de eletrônicos no Brasil. A estratégia é similar à de grandes montadoras chinesas, como a JAC Motors, que oferece garantia de seis anos para os veículos como diferencial em relação a outras marcas mais conhecidas no mercado brasileiro.

Mesmo com a garantia longa em relação aos celulares brasileiros que, em geral, oferecem apenas um ano, pode ser difícil encontrar uma central de assistência técnica da Huawei, já que a empresa só está presente em São Paulo e no Rio Grande do Sul. Contudo, a empresa tem planos de expandir o serviço de assistência nos próximos meses, com filiais na Bahia, Minas Gerais e Rio de Janeiro. "Em outras regiões, teremos um convênio para envio dos aparelhos por meio dos Correios", diz Shone.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.