Fabricante de eletrônicos dos EUA não se responsabiliza por garantia de produtos

Conhecida por produzir fones de ouvido, caixas de som, tocadores e MP3 e tablets, a fabricante americana de eletrônicos Coby encerrou suas atividades abruptamente. Segundo reportagem publicada pela rede de TV ABC , a empresa demitiu funcionários e fechou escritórios nos últimos meses e não tomou providências para avisar seus clientes. A Coby não atua oficialmente no Brasil, mas alguns de seus produtos são importados e vendidos no País. 

Outra reportagem, veiculada pelo site de defesa do consumidor Consumerist , afirma que uma derrota judicial para a Philips em um processo de patentes teria colaborado para o fim das atividades da Coby. O site afirma ainda que consumidores que compraram aparelhos da Coby e precisam usar a garantia vão ficar "na mão", já que a empresa não está consertando ou trocando produtos com defeito.

Em agosto deste ano, o fundo de investimentos Gordon Brothers comprou parte da Coby. Mas, em comunicado enviado ao site de notícias Twice , o Gordon Brothers afirma que não se responsabilizará por qualquer problema da Coby anterior ao acordo.

Segundo o Gordon Brothers, uma das condições para a venda foi a de que o fundo não assumiria nenhuma das dívidas da Coby. O grupo afirma ainda que não comprou o atual estoque de produtos da Coby e adquiriu apenas ativos como marca, patentes e design de produtos. O Gordon Brothers pretende relançar a marca Coby em breve.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.