Quebra do código, utilizado em sites para verificar se tentativa de acesso está sendo feita por um humano ou computador, pode levar a avanços na área de inteligência artificial

Reuters

Uma startup de tecnologia disse nesta segunda-feira (28) que criou um software que funciona como um cérebro humano de uma maneira importante: ele consegue quebrar Captchas, as sequências de letras tortas e rabiscadas que websites empregam para que o usuário "prove que é humano", como o fazem diversos sites.

LEIA TAMBÉM:
Como o captcha digitado na web pode ajudar a mudar o mundo

Código Captcha é usado pela maioria dos sites para barrar acessos de robôs
Reprodução/Flickr
Código Captcha é usado pela maioria dos sites para barrar acessos de robôs

A Vicarious, baseada em San Francisco (EUA), não desenvolveu o algoritmo para propósitos nefastos e nem para vendê-lo, disse o cofundador da empresa D. Scott Phoenix.

Pelo contrário, disse ele em uma entrevista por telefone. "Nós queríamos mostrar que podíamos dar o primeiro passo em direção a uma máquina que funciona como um cérebro humano, e que somos o melhor lugar no mundo para fazer pesquisa sobre inteligência artificial."

A empresa não submeteu um paper descrevendo sua metodologia para uma publicação acadêmica, o que dificulta que especialistas de fora avaliem a alegação. A Vicarious oferece uma demonstração de sua tecnologia na página oficial .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.