Surface 2, Lumia 2520 e Nexus 10 estão entre os principais concorrentes da Apple no mercado de tablets com telas de tamanho na faixa das 10 polegadas

O novo tablet iPad Air chega às lojas dos Estados Unidos e de outros 40 países na próxima sexta-feira (1º/11). Com o lançamento, a Apple tenta manter o iPad entre os tablets com telas na faixa de 10 polegadas mais vendidos em todo o mundo. Entre as novidades do lançamento da Apple estão o novo design do iPad Air, que teve as bordas laterais reduzidas para ficar mais parecido com o iPad Mini, além do peso e espessura menores. Ainda não há previsão de lançamento do iPad Air no Brasil.

LEIA TAMBÉM:
Tablets "baratinhos" fazem mercado crescer 150% em um ano no Brasil
Veja os testes de diversos modelos de tablets à venda no Brasil

Embora o novo modelo de tablet da Apple já tenha fãs em todo o mundo, o iPad Air enfrentará concorrentes de peso com sistema operacional Android que já estão à venda no mercado. Com a ajuda dos modelos com telas de 7 polegadas, os tablets com Android já superaram o iPad em vendas no início 2013. Grande parte deles trazem recursos similares aos encontrados nos tablets da Apple. Confira abaixo alguns dos principais concorrentes do novo iPad Air:

Surface 2

Lançado no final de setembro, o Surface 2 possui tela de 10,6 polegadas e roda o sistema operacional Windows RT 8.1, nova versão do sistema operacional da Microsoft para tablets com chips baseados na arquitetura ARM. O tablet ficou mais fino e leve e ganhou tela com resolução Full HD (1.920 x 1.080 pixels). O processador ficou mais poderoso também, com a chegada do Tegra 4 de 1,7 GHz, o mais avançado da NVídia.

O Surface conta ainda com uma versão chamada Surface Pro 2, mais avançado para uso corporativo. A versão mais básica do produto, voltada a usuários domésticos, possui porta USB 2.0 em tamanho tradicional. As câmeras que integram o produto foram melhoradas: a a traseira agora fotografa com resolução de 5 megapixels e filma com qualidade HD. O produto está à venda nos EUA e em outros 20 países e custa a partir de US$ 449 (cerca de R$ 980). Não há previsão de lançamento no Brasil.

Xperia Z

À venda no Brasil desde agosto, o tablet da Sony possui tela com resolução HD (1.920 x 1.200 pixels) e acabamento elegante, à prova d'água e poeira. O produto oferece memória de 16 GB (com possibilidade de expansão por meio de cartão microSD de até 64 GB), conexões Wi-Fi e 4G, além de processador Snapdragon S4 Pro, um dos mais avançados da Qualcomm. No Brasil, o produto tem preço alto: R$ 2,6 mil.

O Xperia Z foi anunciado durante o Mobile World Congress, maior congresso de celulares do mundo realizado em Barcelona (Espanha). Ele possui câmera frontal de 8 megapixels e outra frontal, para videochamadas, com resolução de 2.2 megapixels. O produto também é compatível com as tecnologias NFC (Near Field Communications) e Bluetootth 4.0, que permitem a transferência de arquivos entre dispositivos.

Galaxy Note 10.1

Em sua versão mais recente, o principal tablet da Samsung ficou mais leve e ganhou uma caneta Stylus mais avançada. O Galaxy Note 10.1 Edição 2014 está à venda no Brasil desde o início de outubro, em versões somente Wi-Fi e Wi-Fi + 3G/4G. A versão mais básica do produto com memória de 24 GB custa R$ 1.999. A Samsung também oferece uma versão do tablet com 32 GB a R$ 2.299.

O novo Galaxy Note 10.1 possui tela de LCD com resolução de 2.560 x 1.600 pixels, uma das mais altas dentre os tablets disponíveis no mercado, e processador Exynos 5420 com quatro núcleos, 3 GB de memória RAM e 16 GB ou 32 GB de espaço para armazenar fotos, vídeos, músicas e aplicativos. É possível usar um cartão de memória microSD de até 64 GB em ambas as versões do tablet.

Nexus 10

Desenvolvido em parceria com a Samsung, o Nexus 10 possui tela com resolução de 1.560 x 1.600 pixels e, entre os destaques, está sua bateria de longa duração (9 horas em exibição contínua de vídeo, de acordo com a fabricante). O produto roda o sistema operacional Android na versão 4.2 e tem recurso que permite criar diversos perfis para que o tablet seja compartilhado com amigos ou familiares.

O produto pesa cerca de 600 gramas e é equipado com processador A15 com dois núcleos, além de unidade de processamento gráfico com quatro núcleos, o que melhora o desempenho dos jogos. A câmera principal do produto fotografa com resolução de 5 megapixels. O Nexus 10 está à venda em diversos países, mas o produto não está à venda no Brasil. A versão mais básica, com 16 GB de memória, custa US$ 399 (cerca de R$ 870) nos EUA.

Lumia 2520

O Lumia 2520 possui tela de 10,1 polegadas, câmera traseira de 6,7 megapixels e conexão Wi-Fi e 4G. O produto chegará aos Estados Unidos, Finlândia e Reino Unido a partir do quarto trimestre de 2013, com preço a partir de US$ 499 (cerca de R$ 1.080). O tablet foi anunciado no mesmo dia do lançamento do novo iPad Air, durante um evento da Nokia realizado em Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos).

Entre os destaques do tablet está o acabamento em policarbonato, tradicional na linha de smartphones Lumia. Além disso, trata-se do primeiro tablet a chegar ao mercado com câmera equipada com lentes Carl Zeiss, que oferecem maior qualidade de imagem, mesmo com pouca luz. Segundo a Nokia, o Lumia 2520 possui autonomia de bateria de 11 horas e sistema de carregamento rápido, que carrega até 80% da carga em até uma hora.

Positivo Ypy

Tablet desenvolvido e fabricado no Brasil pela Positivo, o Ypy L1050 possui tela sensível ao toque de 10,1 polegadas com resolução de 1.280 x 800 pixels e tecnologia IPS, que aumenta o ângulo de visão. O produto pesa 650 gramas e conta com 16 GB de capacidade para armazenar aplicativos, fotos e vídeos (memória expansível com cartão microSD de até 32 GB).

O produto possui câmera traseira com resolução de apenas 2 megapixels e frontal VGA para videochamadas. O produto possui conexão HDMI, Bluetooth, Wi-Fi e 3G. A bateria, segundo a Positivo, tem autonomia de quatro horas de uso contínuo. O produto está à venda em lojas de varejo do Brasil com preço sugerido de R$ 999.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.