Empresa se comprometeu a postar links para ferramentas rivais com mais destaque nos resultados de busca para encerrar investigação sobre monopólio iniciada há três anos

Reuters

PARIS - Os reguladores europeus perguntaram aos rivais do Google se as propostas revisadas da empresa para resolver um caso antitruste iriam aumentar o poder de barganha das companhias em negociações comerciais, mostrou um documento da Comissão Europeia.

LEIA TAMBÉM:
União Europeia adverte Microsoft sobre opção de navegadores do Windows 8

Eric Schmidt, presidente do conselho do Google: empresa faz proposta para resolver caso antitruste
Getty Images
Eric Schmidt, presidente do conselho do Google: empresa faz proposta para resolver caso antitruste

O Google se comprometeu a postar links com mais destaque de sites rivais de compras, viagens e restaurantes quando usuários fizerem busca por conteúdo no site. A companhia também prometeu reduzir o preço mínimo que os anunciantes podem oferecer para pagarem por anúncios.

O Google está tentando encerrar uma investigação de três anos conduzida pela Comissão Europeia e evitar uma multa que poderia chegar a 5 bilhões de dólares pela prática de bloquear concorrentes nos seus resultados de busca.

A autoridade antitruste da União Europeia afirmou no mês passado que iria buscar o retorno de 125 concorrentes e terceiros em relação à mais recente oferta do Google.

A Comissão questionou rivais sobre a capacidade dos novos links planejados pelo Google de garantir visibilidade suficiente às companhias, levando a cliques mais frequentes, conforme um questionário de quatro páginas mostrado pelas empresas.

Um porta-voz do Google não retornou pedidos de comentário. O porta-voz da Comissão para política concorrencial, Antoine Colombani, se recusou a comentar.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.