Celulares inteligentes ganham espaço na América Latina e na China

Reuters

FRANKFURT, 14 Nov (Reuters) - As vendas de smartphones responderam por 55 por cento das vendas mundiais de dispositivos móveis no terceiro trimestre, conforme usuários na China e na América Latina vêm trocando seus telefones antigos por dispositivos melhores, disse a empresa de pesquisas Gartner, nesta quinta-feira.

LEIA TAMBÉM:
Moto G chega ao Brasil com boa configuração e preço baixo

As vendas mundiais de smartphone subiram quase 46 por cento ante o ano passado, para 250,2 milhões de unidades, disse a empresa, enquanto o crescimento geral de vendas de celulares foi de menos de 6 por cento, a 455,6 milhões de aparelhos.

Veja alguns smartphones de ponta à venda no Brasil

A Samsung manteve o primeiro lugar no segmento de smartphones, com 32,1 por cento de participação no mercado e 80,36 milhões de smartphones vendidos, avançando ante vendas de 55 milhões de unidades no mesmo trimestre do ano passado, com a ajuda do seu smartphone de tela grande Note 3.

A Apple vendeu 30,33 milhões de unidades, 23,2 por cento a mais, porém sua participação no mercado caiu para 12,1 por cento, ante 14,3 por cento. A Lenovo assumiu a terceira colocação com uma fatia de 5,1 por cento do mercado, pouco acima da LG e da Huawei , com fatias de 4,8 e 4,7 por cento, respectivamente.

A Blackberry viu sua base de usuários cair para 1,8 por cento do mercado, ante 5,2 por cento no terceiro trimestre do ano anterior, acrescentou a Gartner.

(Por Harro ten Wolde)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.