Porta-voz da Apple comemorou a determinação da Justiça: "A cópia tem um preço"

Agência Estado

A Justiça dos EUA determinou nesta quinta-feira (21) que a Samsung pague US$ 290 milhões à Apple por danos causados por violação de patente. As multas impostas à gigante coreana por acusações da empresa de Steve Jobs já somam cerca de US$ 930 milhões.

Leia também:
Novos iPhones começam a ser vendidos no Brasil com preços de até R$ 3.600

A Samsung não disponibilizou um porta-voz para comentar a decisão. A porta-voz da Apple, Kristin Huguet, comemorou a determinação da Justiça. "Esse caso sempre foi maior do que patentes e dinheiro. Sempre foi sobre inovação e o trabalho duro que demanda a invenção de produtos que as pessoas amam. Embora seja impossível determinar um preço para esses valores, nós agradecemos ao júri por ter mostrado à Samsung que a cópia tem um preço", disse.

Veja alguns produtos da linha Galaxy, da Samsung

O veredicto foi anunciado três dias após uma corte federal dar à Apple uma nova chance para apresentar seu caso, que tenta barrar a venda de 26 dispositivos que, de acordo com o júri, violam as patentes mantidas pela gigante de tecnologia. A Samsung não vende mais a maioria dos aparelhos, mas a Apple argumenta que uma determinação oficial permitiria que a empresa barrasse novas violações na criação de outros produtos.

As duas empresas se enfrentam há dois anos em tribunais do mundo inteiro em uma série processos sobre patentes. Em março, a juíza Lucy Koh havia revertido uma decisão judicial que impunha à Samsung o pagamento de penas pela suposta cópia de características de treze produtos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.