Maior feira de tecnologia do mundo, a CES 2014 fecha suas portas nesta sexta-feira (10) mostrando que é palco não só de grandes lançamentos, mas também de tendências

Maior feira de tecnologia do mundo, a CES 2014 fecha suas portas nesta sexta-feira (10) mostrando que é palco não só de grandes lançamentos, mas também de tendências. Das conferências de imprensa aos estandes na feira, o que mais se viu foram produtos tecnológicos vestíveis. Relógios, óculos e pulseiras e são algumas das novidades dos fabricantes para este ano, que investem também em câmeras para serem usadas junto ao corpo.

Confira a cobertura completa do iG na CES 2014

Um dos pioneiros em gadgets vestíveis foi o Google, com seu Google Glass Project. Apresentado aos desenvolvedores no ano passado, o óculos com Android que se comunica com o smartphone do usuário e com a internet já inspirou outros fabricantes a criar possíveis concorrentes.

O Epson Moverio BT-200 é um deles: o óculos inteligente projeta uma imagem no campo de visão do usuário com ajuda das lentes permitindo ele veja filmes, por exemplo. A escolha do que aparece nos óculos é feita em um painel de toque que é conectado ao óculos por fio, que por sua vez funciona com Android. A novidade deve chegar ao mercado por US$ 699 segundo o site CNET .

Para os braços: relógios e pulseiras inteligentes

Outra tendência de 2013 que vêm incentivando fabricantes é a do relógio inteligente. Nesta CES, a Pebble apresentou a segunda geração do seu relógio, agora chamado de Pebble Steel. As mudanças dizem respeito ao design do produto de acordo com o The Verge . O Pebble Steel é menos esportivo, vêm com duas opções de pulseira e custará US$ 100 mais que o anterior, US$ 249.

Algumas empresas que tentam fazer frente ao Galaxy Gear da Samsung e ao SmartWatch 2 da Sony, e até ao próprio Pebble, de certa forma, apostaram em algumas inovações no conceito de relógio inteligente. A Omate com seu TrueSmart e a holandesa Burg com o SIMWatch investiram em gadgets que funcionam como celular, com chip da operadora e tudo. Sim, tais quais os smartphones, eles fazem até ligações. Pensando na concorrência com Sony e Samsung, a LG lançou um produto híbrido, que é smartwatch e pulseira de exercícios ao mesmo tempo.

LEIA TAMBÉM:  Empresas mostram relógios que funcionam como celular


O Lifeband Touch possui um painel OLED sensível ao toque que exibe, entre outras coisas, as chamadas recebidas do smartphone e suas configurações de música, além, é claro, da distância percorrida, velocidade, número de passos, calorias consumidas e o ritmo projetado pelo usuário durante o exercício. Interligado a um smartphone, iOS ou Android, o dispositivo transmite dados para o app LG Fitness ou então para outros aplicativos com similar função como MyFitnessPal, Runkeeper e MapMyFitness.

Pulseiras deste tipo, aliás, não faltaram. A Sony decidiu entrar no mercado de rastreadores com um pequeno chip que acoplado A uma pulseira quer ser mais do que um acessório para esportistas amadores ou não segundo matéria do The Verge . A ideia da Sony é que o Sony Core registre dados não apenas físicos do usuário, mas também informações sobre lugares que ele esteve ou fotos que tirou com seu smartphone. Todas as informações ficam disponíveis no app Lifelog.

A Razer também lançou uma pulseira inteligente, a Nabu, que envia notificações diretamente do smartphone do usuário para o acessório e rastreia informações pessoais selecionadas. A Garmin não ficou de fora e apresentou a Vivofit, gadget que, entre outras funcionalidades, sugere uma meta diária personalizada para o usuário, acompanha seu progresso e até lembra quando é hora da pessoa se mexer novamente.

Mudando de lugar: uma câmera de usar e um anel tecnológico

As câmeras para usar junto à roupa também se fizeram presente na CES 2014. A Autographer é um exemplo de aparelho que pode ser presa na roupa, na bolsa ou mesmo em um cordão ao redor do pescoço. Ela tira até 2 mil fotos por dia em 12 horas de bateria com uma única carga e que conecta com seu smartphone, iOS ou Android de acordo com o CNET .

E para provar o quão tendência a CES pode ser, até um anel inteligente pode ser visto nos estandes da feira que acontece todo ano em Las Vegas. Zazzi, da Fashionteq, segundo o CNET , é um adereço fashion que pode ser anel, pulseira e colar. A tela e-paper ajuda a economizar bateria e exibe vários símbolos para alertar o usuário de chamadas, mensagens de texto e e-mails quanto este está até 50 metros distante do smartphone.

LEIA TAMBÉM:

Gadgets vestíveis não estão prontos para o mercado, dizem analistas

Relógios inteligentes ainda precisam encontrar diferencial

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.