AOL havia anunciado que encerraria o desenvolvimento do tradicional tocador de MP3, mas acordo de última hora salvou o programa

Tradicional software para tocar MP3 e outros arquivos de música e vídeo, o Winamp tem novo dono. Em acordo anunciado nesta terça-feira (15), o serviço de músicas belga Radionomy anunciou a compra do Winamp. O tocador era propriedade da AOL e seria desativado em dezembro do ano passado . O acordo envolve também o Shoutcast, serviço online de música vinculado ao Winamp.

Tela do Winamp: tocador de MP3 agora é da Radionomy
Wikimedia Commons
Tela do Winamp: tocador de MP3 agora é da Radionomy

Segundo o TechCrunch , com o acordo a AOL terá uma fatia de 12% da Radionomy. Em entrevista ao TechCrunch, o fundador e CEO da Radionomy, Alexandre Saboundjian, afirma que a empresa pretende continuar a oferecer o Winamp normalmente.

As cerca de 60 mil estações de rádio do Shoutcast devem ser integradas ao sistema da Radionomy.

O Winamp foi criado em 1997 pela empresa Nullsoft e rapidamente se tornou um sucesso.

Em 1999, a NullSoft foi vendida para a AOL, que passou a controlar o Winamp. Com o surgimento do YouTube e dos serviços de música online, o Winamp foi perdendo popularidade ao longo dos anos, mas ainda tem uma base de fãs considerável. Mesmo "abandonado" pela AOL, o Winamp ainda é baixado 3 milhões de vezes por mês, segundo o TechCrunch.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.