O perfil de artista do fundador do finado Megaupload é o único que está disponível no momento, mas artistas e demais interessados ​​podem se cadastrar para receber atualizações

Kim Dotcom é fundador do finado Megaupload
Reuters
Kim Dotcom é fundador do finado Megaupload

Kim Dotcom, fundador do Megaupload, está mesmo determinando a entrar no ramo do streaming de música, do qual já fazem parte Deezer, iTunes, Rdio e Spotify, entre outros. O Baboom, como é chamado o novo serviço de Dotcom, chega pouco depois de seu irmão Megabox efetivamente entrar no mercado.

LEIA TAMBÉM: Conheça Kim DotCom, o milionário por trás do Megaupload

Um exemplo do que será a página de artista do Baboom foi ao ar nesta segunda-feira (20). A amostra traz um álbum do próprio fundador do finado Megaupload que recebe o nome de “Good Times”.

Na Nova Zelândia, o álbum também está disponível por 18,99 dólares neozelandeses no iTunes e no Google Play Store por 13,99 dólares neozelandeses. Vale notar que Kim DotCom lançou ainda uma versão em CD.

Segundo o Ars Technica , Dotcom descreve o Baboom como um cruzamento entre Spotify e iTunes. Ele disse que alguns conteúdos pagos estarão disponíveis gratuitamente para quem instalar um plug-in para navegador que substitui anúncios convencionais por anúncios da rede de Dotcom.

Além da música em streaming, as páginas de artista, de acordo com o TNW , incluem uma biografia, galerias de fotos e vídeos, e a opção de fazer download do conteúdo grátis que o artista disponibilizou. O perfil de artista de Dotcom é o único que está disponível no momento, mas artistas e demais interessados ​​podem cadastrar seu e-mail para receber atualizações.

O Baboom também está oferecendo aos internautas uma oportunidade de ganhar dinheiro. Os melhores remixes de cinco canções de Kim DotCom vão ganhar US$ 5 mil, enquanto US$ 10 mil serão dados para o melhor videoclipe de cada uma das cinco músicas escolhidas.

Originalmente, Dotcom planejava lançar tudo isso, tanto o “Good Times” quanto o Baboom, na Vector Arena, lugar com capacidade para 20 mil pessoas, na celebração do seu 40º aniversário, comemorado no dia 21 de janeiro, mas o evento foi cancelado.

A vida depois do Megaupload

Com o fechamento do Megaupload no início de 2012 após uma megaoperação policial que envolveu o FBI, o empresário norte-americano que vive na Nova Zelândia busca diversificar seus negócios com o Megabox e agora o Baboom. Na época, DotCom foi preso acusado de pirataria informática e lavagem de dinheiro enquanto o site Megaupload foi retirado do ar. Atualmente em liberdade, Kim DotCom aguarda o julgamento que vai decidir se ele será extraditado para os Estados Unidos para ser então julgado pelos crimes dos quais é acusado.

Baboom é o novo serviço de streaming de música do fundador do Megaupload, Kim DotCom
Reprodução
Baboom é o novo serviço de streaming de música do fundador do Megaupload, Kim DotCom



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.