O Android bateu recorde com 781,2 milhões de aparelhos enviados às lojas, quatro vezes mais do que Apple e Microsoft fizeram juntas

O Android bateu recorde em números de smartphones em 2013
Thinkstock/Getty Images
O Android bateu recorde em números de smartphones em 2013

Em comunicado divulgado nesta quarta-feira (29), a consultoria Strategy Analytics afirma que o Android terminou o ano com 79% de participação nas vendas de smartphones. Com o isso, o sistema operacional do Google amplia sua liderança sobre os concorrentes, Apple e Microsoft.

LEIA TAMBÉM: Vendas de smartphones aumentam 147% em um ano no Brasil

O número total de smartphones enviados às lojas também cresceu em 2013: 34%. No último trimestre de 2013 foram 290,2 milhões contra 270 milhões de unidades no mesmo período de 2012. No ano de 2013, afirma a consultoria, foram 990 milhões de smartphones ante 700,1 milhões de unidade em 2012.

Ainda assim, o crescimento em 2012 havia sido um pouco maior: 43% enquanto 2013 ficou em 41%. A explicação, de acordo com a Strategy, são os mercados já saturados, como os Estados Unidos.

O Android bateu recorde com 781,2 milhões de aparelhos enviados às lojas, quatro vezes mais do que Apple e Microsoft fizeram juntas.

No entanto, a taxa de crescimento anual do Android caiu para 62% em 2013, seu nível mais baixo na história da plataforma. Com a saturação do mercado para o Android, a Strategy estima que os sistemas da Microsoft (Windows Phone) e da Mozilla (Firefox OS) terão chance de crescer em 2014.

O iOS da Apple teve um crescimento de apenas 13%, terminando 2013 com 15% do mercado. Apesar de ter enviado às lojas 153,4 milhões smartphones, a Apple desacelerou. A consultoria aponta o lançamento do iPhone 5C, mais barato, com corpo de plástico e pouca demanda, como um dos motivos da tímida participação da Apple em 2013.

Enquanto isso, a Microsoft se firma no terceiro lugar, tendo transportado 35,7 milhões de unidades em todo o mundo e garantindo 4% do mercado em 2013. No entanto, a plataforma ainda precisa ganhar força nos aparelhos básico e nos top de linha para crescer em 2014 de acordo com a Strategy.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.