De acordo com site re/code, empresas teriam concordado em adotar estratégia única para Android

Maior fabricante de smartphones do mundo, a Samsung tem alguns dos aparelhos mais badalados do mercado, como o Galaxy S4 e o Galaxy Note III . Uma característica da empresa, que desagrada alguns usuários, é a grande quantidade de aplicativos próprios incluída em seus aparelhos. Em muitos casos, esses aplicativos apenas duplicam funções já existentes no Android e não acrescentam muito à experiência do usuário.  

Os aplicativos próprios são considerados por muitos analistas uma tentativa da Samsung de, aos poucos, diminuir sua dependência do Google. Embora lucre muito com a venda dos aparelhos, a Samsung não tem total controle sobre seu desenvolvimento, já que tanto o sistema Android como muitos de seus aplicativos mais populares são mantidos pelo Google.

Novos tablets da Samsung têm Android com cara de Windows 8
Henrique Martin/ZTOP
Novos tablets da Samsung têm Android com cara de Windows 8

O exemplo mais extremo dessa estratégia é a interface Magazine UX, que estará nos novos tablets da Samsung. Apresentada na CES 2014, ela não lembra em nada o visual do Android e se parece mais com o Windows 8 .

Segundo matéria publicada no site re/code , essa estratégia da Samsung pode mudar. De acordo com o site, representantes das duas empresas tiveram uma série de reuniões durante a CES.

Um dos pontos acordados foi de que a Samsung deve alinhar sua visão do Android com os padrões desejados pelo Google.

Na prática, isso significa que, aos poucos, aplicativos como Samsung Apps, Samsung Music e outros seriam removidos e apenas aplicativos de conteúdo do Google, como a Play Store, seriam incluídos nos aparelhos.

As fontes do re/code disseram ainda que até mesmo a interface Magazine UX, que ainda nem chegou ao mercado, poderia ser alterada ou substituída. Nenhuma das empresas comentou a matéria. Mas, nesta semana, Google e Samsung anunciaram um acordo de patentes . Esse acordo é visto como um dos primeiros frutos das reuniões feitas durante a CES.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.