Objetivo da mudança é deixar o Windows 8.1 mais atraente para quem usa teclado e mouse

A loja de aplicativos do Windows continua a crescer, mas a Microsoft está ciente de que muitos usuários de Windows 8.1 usam teclado e mouse
Divulgação
A loja de aplicativos do Windows continua a crescer, mas a Microsoft está ciente de que muitos usuários de Windows 8.1 usam teclado e mouse

A Microsoft pode mudar a forma como a Tela Inicial funciona no Windows 8.1 de novo. No ano passado, quando a atualização da oitava versão foi lançada, a Microsoft deu aos usuários a opção de desativar a Tela Inicial – aquela com blocos dinâmicos – e fazer da antiga área de trabalho seu padrão.

LEIA TAMBÉM: Windows 9 deve chegar em abril de 2015, diz site

Agora, de acordo com o The Verge , a empresa de Redmond estaria cogitando tornar a área de trabalho, aquele desktop clássico, padrão do seu sistema operacional, e deixar a Tela Inicial para segundo plano. O objetivo com essa mudança é deixar o Windows 8.1 mais atraente para quem usa teclado e mouse.

A mudança, como ressalta o The Verge, parece pequena, mas é grande, pois mostraria a Microsoft voltando atrás na forma de encarar o Windows 8.1. Enquanto críticos acusam a empresa de forçar o uso da Tela Inicial em PCs, ignorando aqueles que utilizam teclado e mouse, a Microsoft diz que a interface Metro/Modern é o futuro do sistema operacional. Ou era.

A loja de aplicativos do Windows continua a crescer, mas a Microsoft está ciente de que muitos usuários de Windows 8.1 usam teclado e mouse. Foi analisando dados de clientes que a Microsoft teria decidido voltar com o botão Iniciar logo depois de ter lançado o Windows 8, por exemplo. A empresa também está considerando várias opiniões das corporações que estão tentando migrar do Windows XP, que perderá o suporte em abril, para o Windows 8.1.

Outras mudanças que devem vir com a atualização são botões de desligar e de busca na Tela Inicial, a habilidade de criar atalhos para os apps à moda Metro/Modern na área de trabalho e uma barra que permita aos usuários minimizar, fechar e restaurar os aplicativos. Essas seriam algumas mudanças das várias que devem vir com o Windows 9. A nona versão do sistema operacional deve ser apresentada para desenvolvedores em abril.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.