Divisão Vaio será vendida para fundo de investimentos japonês

Confirmando rumores dos últimos dias , a Sony anunciou nesta quinta-feira (6) que sairá do mercado de PCs e notebooks. A divisão de PCs e notebooks Vaio, que vinha dando prejuízo, será vendida para o fundo de investimentos Japan Industries. Uma nova empresa será formada pelo grupo de investimento japonês, que deve continuar a vender produtos com a marca Vaio.

LEIA TAMBÉM:
Venda global de PCs continua a cair

Hirai, da Sony: venda da divisão Vaio para cortar prejuízos
Getty Images
Hirai, da Sony: venda da divisão Vaio para cortar prejuízos

Em comunicado a investidores, Kaz Hirai, CEO da Sony, afirmou que a venda foi uma decisão muito difícil e que a marca Vaio era um ícone no mercado de PCs e notebooks. A Sony não está mais projetando ou fabricando novos PCs e notebooks e os produtos Vaio feitos pela empresa estarão à venda apenas até o fim do estoque.

A Sony já foi uma das maiores fabricantes de PCs do mundo, mas nos últimos anos vinha perdendo espaço para outras empresas asiáticas, como a Lenovo, atual líder mundial em PCs.

Com a venda da unidade, cinco mil funcionários serão demitidos. A Sony tem cerca de 140 mil funcionários em todo o mundo. A empresa já havia demitido cerca de 10 mil funcionários em 2013.

De agora em diante, a Sony passará a se concentrar na produção de smartphones e tablets. A empresa tem uma presença discreta nesses mercados e está longe dos líderes, Samsung e Apple.

TVs e PS4

Outra mudança estrutural da Sony está no negócio de TVs. A unidade de TVs será separada do conglomerado e funcionará como uma empresa independente. Segundo a Sony, o foco da nova unidade será em TVs mais caras e sofisticadas, com telas grandes e resolução 4K. O segmento de TVs mais baratas não será explorado.

No meio das notícias ruins, uma das poucas boas é o Playstation 4. O videogame atingiu a marca de 4,2 milhões de unidades vendidas em pouco mais de dois meses no mercado.

Com informações de Reuters e AP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.