A partir desta sexta-feira (7), e-reader poderá ser comprado também em amazon.com.br

A partir desta sexta-feira (7), a Amazon passará a vender sua linha de e-readers Kindle no seu próprio site, o amazon.com.br. Os aparelhos já eram vendidos no Brasil, mas apenas em sites de varejistas parceiros da empresa.

LEIA TAMBÉM:
Teste: Novo Kindle Paperwhite mantém liderança da Amazon em e-readers

Kindle Paperwhite agora também na Amazon.com.br
André Cardozo/iG
Kindle Paperwhite agora também na Amazon.com.br

Os preços dos aparelhos serão os mesmos cobrados por outros sites: R$ 299 para a versão básica do Kindle, R$ 479 para o Kindle Paperwhite (modelo com tela iluminada) e R$ 699 para o Kindle Paperwhite com 3G.

A empresa está oferecendo frete grátis para os compradores do Kindle. Uma vantagem para quem já tem uma conta na Amazon é que, ao comprar o e-reader, ele já é configurado com os dados do usuário. Assim, o aparelho sai da caixa já com os livros adquiridos anteriormente pelo comprador.

Atualmente, o Kindle tem um catálogo de dois milhões de livros, sendo 28 mil em português.

Mercado promissor

Em entrevista ao iG , Alex Szapiro, country manager da Amazon, ressaltou que o mercado brasileiro de livros digitais ainda tem muito o que crescer. "No Brasil, segundo dados das editoras locais, o mercado de livros digitais é cerca de 4% do total do mercado de livros. Nos Estados Unidos, um mercado mais maduro, esse percentual é de 25%", disse.

Entre os fatores que poderiam aumentar o apelo dos e-readers no Brasil está a aprovação do projeto de lei que prevê isenção de impostos para leitores de livros digitais. Os equipamentos seriam equiparados ao livros físicos importados, que não pagam imposto.

O projeto está na Câmara dos Deputados, mas sem previsão de votação. "Estamos acompanhando o assunto e podemos dizer que, caso os impostos sejam removidos, a Amazon certamente reduzirá o preço dos leitores", diz Szapiro.  O executivo calcula que, levando em conta a atual carga de impostos sobre os e-readers, a redução de preço poderia chegar a até 40% do valor total.

O início da venda do Kindle no site da Amazon não significa que o varejista entrará de vez na venda de produtos físicos. Segundo Szapiro, a operação da Amazon no Brasil está focada apenas na venda de Kindle e não há previsão para venda de outros produtos. No total, o mercado de comércio eletrônico no Brasil fatura cerca de R$ 28 bilhões por ano, segundo a E-Bit.

Com informações da Reuters

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.