Em 2013, foram comercializados 968 milhões de unidades, um crescimento de 42,3% em relação a 2012

Gartner prevê que os smartphones vão continuar a impulsionar as vendas globais em 2014
Thinkstock/Getty Images
Gartner prevê que os smartphones vão continuar a impulsionar as vendas globais em 2014

As vendas mundiais de smartphones ultrapassaram as vendas de celulares mais simples pela primeira vez na história segundo relatório da Gartner divulgado nesta quinta-feira (13). Em 2013, foram comercializados 968 milhões de unidades, um crescimento de 42,3% em relação a 2012.

TESTE: Xperia M Dual tem visual elegante e bateria de boa duração

Deste total, 53,6% das vendas totais de telefones móveis no ano foram de smartphones. As vendas de celulares para usuários finais totalizaram 1,8 bilhão de unidades em 2013 em todo o mundo, um aumento de 3,5% comparado a 2012.

No quarto trimestre de 2013, as vendas de smartphones cresceram 36%, respondendo por 57,6% das vendas globais de telefones no quarto trimestre, um crescimento de 44% ano sobre ano. Tal crescimento foi liderado pela América Latina, Oriente Médio e África, Ásia/Pacífico e Europa Oriental, onde as vendas de smartphones aumentaram mais de 50% no quarto trimestre de 2013.

Com um aumento de 166,8% no quarto trimestre de 2013, a Índia apresentou o maior crescimento nas vendas de smartphones entre os países monitorados pela Gartner. Entre regiões, a América Latina viu o maior crescimento: 96,1% no mesmo período. A China também contribuiu significativamente para os números com um crescimento de 86,3% no último trimestre de 2013.

No quarto trimestre de 2013, as vendas em regiões maduras caíram devido à demanda mais fraca. "Os mercados maduros enfrentam um limitado potencial de crescimento uma vez que estão saturados com as vendas de smartphones, deixando pouco espaço para o crescimento do mercado de telefonia com o declínio da procura por celulares mais simples e um ciclo de substituição mais longo", disse Anshul Gupta, analista de pesquisas da Gartner.

Em sua opinião, "a falta de inovações convincentes de hardware prolongou ainda mais os ciclos de substituição dos smartphones high-end em 2013, pois os consumidores não encontram razões suficientes para atualizar."

Novo mix de produtos

No que diz respeito aos fabricantes, a Samsung, líder no mercado, teve uma queda de 1,6% no último trimestre de 20013. A explicação para a queda, segundo a Gartner, está na saturação dos mercados desenvolvidos. Na análise da consultoria, a Samsung vai precisar trabalhar melhor seus smartphones de médio porte e trazer inovações para ganhar mercado não só pelo preço e permanecer na liderança.

As vendas do iPhone 5S e a alta demanda pelo 4S em mercados emergentes ajudaram a Apple, segunda em participação de mercado, a fechar o quarto trimestre com 50,2 milhões de aparelhos vendidos. Ainda assim, a participação da Apple caiu 3,1% se comparado ao mesmo período de 2012. No entanto, a Gartner acredita que a Apple deve voltar a crescer em vendas de smartphones já no primeiro trimestre de 2014 com os acordos recém-fechados no Japão e na China.

LEIA TAMBÉM: Tráfego de dados móveis subirá 11 vezes no Brasil até 2018, diz Cisco

A Huawei, que ocupa o terceiro lugar em participação de mercado, experimentou um dos maiores crescimentos no quarto trimestre de 2013. As vendas cresceram 85,3% em decorrência da expansão além-mar da marca, que chegou ao Oriente Médio e na África, Ásia/Pacífico, América Latina e Europa.

A Lenovo também viu os números de aparelhos vendidos aumentarem consideravelmente: no quarto trimestre de 2013 o crescimento foi de 63,1%, enquanto no ano todo foi de 102,3%. Com aquisição da Motorola, do Google, a Lenovo tem nas mãos uma oportunidade e tanto para expandir nas Américas. "A aquisição também dará proteção em patentes para a Lenovo e permitirá que a empresa rapidamente se expanda para o mercado global", disse Gupta. “Acreditamos que este acordo não é apenas sobre a entrada da Lenovo nos EUA, mas mais sobre pisar fora da China”, concluiu.

Previsões para 2014

Por fim, a Gartner prevê que os smartphones vão continuar a impulsionar as vendas globais em 2014, mas que um número crescente de fabricantes irá realinhar suas carteiras e se concentrar no setor de smartphones de baixo custo. Se, por um lado, as vendas de smartphones high-end vão desacelerar, por outro, as vendas de aparelhos de baixo e médio custo irão crescer, especialmente nos mercados de emergentes, e mudar o mix de produtos. Na opinião da Gartner, este cenário levará a um declínio no preço médio de venda e uma desaceleração no crescimento da receita das empresas.

Observando os sistemas operacionais, a Gartner afirma que a participação do Android cresceu 12%, atingindo 78,4% em 2013. Em 2014, a consultoria acredita que o Android vai atingir a marca de um bilhão de dispositivos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.