Parte da desaceleração está relacionada ao mercado em geral de PCs, mas também ao fato de que o Windows 8 não se tornou o principal sistema operacional para tablets

Um novo update do Windows 8.1, a versão mais recente do sistema, estaria previsto para abril
Getty Images
Um novo update do Windows 8.1, a versão mais recente do sistema, estaria previsto para abril

Nesta semana, Tami Reller, vice-presidente executiva de Marketing da Microsoft, disse em evento da Goldman Sachs que o Windows 8 chegou a 200 milhões de licenças vendidas após um ano e quatro meses no mercado. Segundo lembra o The Verge , com um ano no mercado, o Windows 7 alcançou 240 milhões de licenças vendidas, o que mostra uma certa lentidão do Windows 8 quando comparando ao seu predecessor.

LEIA TAMBÉM: Produção mundial de PCs continua a cair

Parte da desaceleração está relacionada ao mercado em geral de PC, mas também ao fato de que o Windows 8 não se tornou o principal sistema operacional para tablets como a Microsoft esperava. Ainda são poucos os aplicativos para tablets que foram pensandos para as telas sensíveis ao toque, mas Reller diz que essa é uma das principais preocupaçãos da Microsoft. "A prioridade número um da nossa equipe de desenvolvimento é realmente tornar esses aplicativos povoados”.

Logo que foi lançado, o Windows 8 vendeu 40 milhões de licenças em um mês, número parecido com as vendas do Windows 7 no primeiro mês após o lançamento, em 2009: 60 milhões nas primeiras 10 semanas. Com seis meses no mercado, o Windows 8 chegou às 100 milhões de licenças vendidas com um desempenho ainda similar ao do Windows 7.

Vale ressaltar, entretanto, que o Windows 7 estava presente apenas em PCs e notebooks, enquanto o Windows 8 está também em tablets, um mercado em ascensão. Vale observar ainda que o mercado de PCs e de notebooks em 2009 era menor do que em 2013.

Um novo update do Windows 8.1, a versão mais recente do sistema, estaria previsto para abril.

Atualização: o título original da matéria informava que o Windows 8 havia chegado a marca de 240 milhões de licenças vendidas, mas o correto é 200 milhões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.