Viber tem 300 milhões de usuários registrados em todo o mundo e cresceu 120% em 2013

Viber é aplicativo de troca de mensagens e VoIP
Divulgação
Viber é aplicativo de troca de mensagens e VoIP

A Rakuten, empresa de serviços de internet, anunciou nesta sexta-feira (14) a compra da Viber por US$ 900 milhões, companhia detentora do aplicativo de mensagens instantâneas e VoIP de mesmo nome.

O Viber tem 300 milhões de usuários registrados em todo o mundo e cresceu 120% só em 2013. Recentemente, a Rakuten adquiriu também a Kobo, serviços de eReading, a Wuaki.tv, serviços de streaming e video-on-demand, e a Viki, uma plataforma de conteúdo digital.

LEIA TAMBÉM: Campus Party: Viber inaugura operação no Brasil e mira o WhatsApp

Segundo o comunicado oficial para a imprensa, a Rakuten planeja se tornar a número um do mundo em serviços de internet, e o Viber permitirá que ela entre em novos mercados com “múltiplas ofertas de conteúdo digital, combinado aos serviços de plataforma de e-commerce e finanças”. A japonesa Rakuten tem mais de 40 tipos de serviços que podem ser acessados por uma única identificação de usuário (ID).

“Estou tremendamente empolgado em receber a Viber na família Rakuten. A Viber fornece a experiência de mensagens e VoIP mais consistentes e convenientes disponíveis hoje. Além disso, a Viber apresenta um ótimo mercado e enorme potencial como plataforma de games. A Viber simplesmente entende como as pessoas realmente querem se relacionar e construiu o único serviço que realmente corresponde às expectativas. Para a Rakuten, isso faz da Viber a plataforma ideal de total engajamento do consumidor, já que buscamos levar nosso profundo conhecimento de consumo para novos e vastos públicos através do nosso dinâmico ecossistema de serviços online”, declarou Hiroshi Mikitani, Chairman e CEO da Rakuten.

Já Talmon Marco, CEO e fundador da Viber, que esteve recentemente no Brasil para anunciar um escritório local, disse que “essa combinação representa uma oportunidade incrível para a Viber impulsionar ainda mais seu aumento de usuários tanto nos mercados atuais como em novos mercados”.

Em entrevista ao site Recode , Mikitani disse que a Viber é uma empresa com a qual ele não precisa se preocupar. "Aplicativos de mensagens estão tomando conta do mundo e, enquanto a pesquisa é uma das plataformas mais fortes, o que está acontecendo nas comunicações é muito, muito importante", acrescentou.

Um dos planos do CEO é interligar serviços. “Nós temos conteúdos e jogos e comércio e mercados e serviços, mas eles precisam ter a habilidade de conversar com os clientes onde eles estejam. Com isso, podemos oferecer uma compra mais segura, mas também mais humana”. O Chairman também afirmou que Talmon e outros executivos da Viber permanecem na empresa por mais um tempo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.