Usuários dos óculos inteligentes estão incomodando algumas pessoas nos EUA ao gravar e filmar sem permissão

Óculos do Google causa polêmica nos EUA
Divulgação
Óculos do Google causa polêmica nos EUA

O Google está preocupado com o uso que os primeiros donos do Google Glass estão fazendo do dispositivo. Nos EUA, de acordo com o The Guardian , os usuários de Google Glass já receberam um apelido pejorativo por utilizarem os óculos inteligentes de uma forma que incomoda as demais pessoas.

LEIA TAMBÉM: Com novas armações, Google Glass poderá ser usado com óculos comuns

Filmar pessoas sem permissão é uma das reclamações mais comuns, ao lado de outras mais brandas sobre usuários que ficam horas olhando para o nada sem responder ao seu interlocutor. Por isso, o Google elaborou uma lista de como usar e outra de como não usar o Google Glass baseada na avaliação feita pelos “explorers”, primeiras pessoas a utilizarem o acessório com frequência.

A primeira dica do que não fazer do Google é “pare de olhar como um zumbi tecnológico”. De acordo com a empresa, o produto foi criado para que as pessoas não precisassem olhar o tempo topo para o smartphone ou outro dispositivo conectado para obter informações. O Google afirma que se o usuário ficar muito tempo olhando para a tela do Glass vai confundir as pessoas ao seu redor, que logo perceberão a forma de olhar uma pouco estranha.

A segunda dica é “usar o bom senso” e não praticar esportes e atividades radicais com o Google Glass que, afinal de contas, tem partes de vidro. A terceira dica é não usar o acessório em refeições românticas. De acordo com a empresa, o Google Glass é um dispositivo muito novo que chama a atenção das pessoas a ponto delas irem até os usuários para fazer perguntas. Logo, em ocasiões mais privadas, é melhor não usá-lo.

A quarta e última dica do que não fazer do Google é para as pessoas que param em um local e começam a filmar pessoas indiscriminadamente. A dica neste caso é que os usuários do Google Glass utilizem a câmera dos óculos inteligentes da mesma forma que de um smartphone, perguntando para as pessoas se podem filmá-las, evitando assim de assustá-las com seu comportamento estranho.

LEIA MAIS: Tribunal nos EUA inocenta mulher que usava Google Glass enquanto dirigia

Por outro lado, a empresa incentiva alguns comportamentos, como explorar o mundo ao redor do usuário, descobrir um restaurante e ir a pé até ele com ajuda dos mapas. A segunda dica é aproveitar bem os comandos de voz do Glass, ótimos para ajudá-lo na hora de cozinhar, por exemplo. O terceiro comportamento é sempre pedir permissão para as pessoas que for filmar e fotografar. A quarta dica é lembrar-se de colocar uma senha nos óculos, para prevenir que estranhos vejam seus dados em casos de perda ou roubo. Por fim, o Google sugere que todos participem da comunidade de exploradores do Google Glass.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.