Sites prometem venda e revenda de ingressos, mas apenas a FIFA pode comercializar os bilhetes

A Copa do Mundo se aproxima e muita gente ainda está interessada em ingressos. Nos últimos meses, muitos sites vêm prometendo venda de entradas para jogos da Copa. Essa promessa é ilegal, já que o único site autorizado a vender ingressos é o da FIFA.

LEIA TAMBÉM:
Ingressos da Copa chegam a custar mais de R$ 90 mil com cambistas virtuais

Outros sites supostamente trabalham com revenda de ingressos. Mas eles também são ilegais, já que somente o site da FIFA pode ser usado para repassar ingressos que não interessam mais (uma ferramenta específica para essa função entrará no ar em abril). 

Para evitar cair em golpes, é bom seguir algumas dicas de segurança. Veja a seguir.

Dicas para sites de venda:

- Verifique se o site tem um domínio brasileiro, com final ".com.br". Um site com domínio brasileiro signfica que ao menos há uma pessoa física ou jurídica responsável pelo site no Brasil. Já no caso dos domínios .com é muito mais difícil contactar o dono do site, caso seja necessário.

- Verifique se o site trabalha com o protocolo de segurança HTTPs. Nesses sites, o endereço é precedido por https:// .   Copie e cole o endereço no bloco de notas para ver se o endereço do site tem esse protocolo.

- Observe a aparência do site, incluindo menus, links de rodapé. Um design descuidado e pouco profissional pode indicar um site fraudulento. 

- Fique de olho em erros de gramática. Sites ilegais costumam estar cheios de erros de português, às vezes até misturando palavras em inglês no meio do texto.

- Desconfie dos preços: não importa se o valor é maior ou menor que o preço original do ingresso. Se a diferença for grande é mais uma indicação de irregularidade.

Dicas para e-mail: 

- Verifique o endereço do remetente e desconfie dos que forem muito longos.

- Se o e-mail tiver links, não clique. Esse link pode induzir o usuário a instalar vírus em sua máquina. Se quiser acessar o link, copie e cole em  um navegador e verifique se o endereço do link é o mesmo que está no e-mail.

- Como ocorrem em sites, fique de olho em erros de gramática.

- Desconfie também da aparência do e-mail. Uma mensagem mal formatada ou com design amador pode indicar fraude.

- Nunca responda o e-mail fornecendo dados pessoais. Sites legítimos - seja o da Fifa ou de qualquer outra empresa - nunca pedem essas informações por email.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.