Suposto desfalque de R$ 1 bilhão teria causado fechamento do site japonês Mt Gox

O MT Gox, considerado o maior site de compra e venda de bitcoins do mundo, saiu do ar inesperadamente nesta segunda-feira (24). Os responsáveis pelo site não esclareceram as razões do fechamento do MT Gox. Mas na comunidade de investidores de bitcoin circula a informação de que o MT Gox teria sido vítima de roubo de bitcoins, além de fraudes cometidas pela própria equipe do site. 

LEIA TAMBÉM:
Como funciona o Bitcoin
Mesmo após prisão, divulgador do Bitcoin continuará a apostar na moeda

Em um documento assinado em conjunto, responsáveis por seis grandes mercados de bitcoin (Coinbase, Kraken, BTC China, Bitstamp, Blockchain e Circle) condenaram o comportamento dos donos do MT Gox. "A trágica violação da confiança dos usuários do Mt Gox foi o resultado das ações de uma só empresa, e não reflete a robustez ou no valor do bitcoin e da indústria de dinheiro digital", diz o texto.

Ao site Recode , um dos representantes desse grupo disse que o Mt Gox deve entrar com pedido de falência no Japão. Representantes do site teriam falado sobre o pedido de falência em conversas com com outros membros da comunidade de usuários de Bitcoin. Nenhum representante do Mt Gox confirmou publicamente essa informação até o momento.

Desfalque teria causado fechamento

Um documento publicado no tumblr Two Bit Idiot diz que o Mt Gox teria acumulado um desfalque de 750 mil bitcoins (cerca de R$ 1 bilhão) ao longo de vários anos. Esse desfalque teria sido causado por furtos contínuos e falhas na fiscalização de transações e no software que controla as negociações. Por isso, o site estaria à beira da falência. O autor do tumblr esclarece que não é possível verificar a autenticidade do documento, mas diz que acredita na fonte.

No dia 6 de fevereiro deste ano, o Mt Gox havia suspendido a retirada de bitcoin das carteiras de seus usuários. O site alegou problemas técnicos e prometeu que o sistema voltaria ao normal após uma atualização de software, mas isso não ocorreu.

Outro indício de que há algo de errado no Mt Gox é a saída de seu CEO, Mark Karpeles, da Bitcoin Foundation, fundação que promove o uso do Bitcoin. Karpeles saiu da Bitcoin Foundation nesta segunda-feira (24), poucas horas antes da desativação do Mt Gox.

Atualização: no fim da tarde desta terça-feira, o Mt Gox publicou um breve comunicado em sua página. O texto diz apenas que, em razão das recentes notícias envolvendo o Mt Gox, todas as operações do site estão suspensas, a fim de proteger o site e seus usuários. A equipe do Mt Gox diz que está "monitorando detalhadamente a situação e reagirá de acordo".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.