Ideia do Projeto Ara é permitir que o usuário monte seu próprio aparelho, usando peças separadas como câmera e processador

Google agora é responsável pelo Projeto Ara
Divulgação
Google agora é responsável pelo Projeto Ara

O Google anunciou na quarta-feira (26) a realização da primeira conferência de desenvolvedores do Projeto Ara . Ara é uma plataforma para a criação de celulares modulares que agora está sob a tutela do Google, mas que nasceu na Motorola, antes dela ser comprada pelo Google. Na negociação da venda da Motorola para a Lenovo em janeiro, o Google ficou com a divisão de projetos futurísiticos.

LEIA TAMBÉM: Divisão de projetos futurísticos da Motorola ficará com o Google

A ideia do Projeto Ara é que o smartphone seja montado com blocos facilmente removíveis, com componentes como câmera, memória e processador. Assim, os usuários poderiam comprar peças separadas e encaixá-las em uma carcaça para criar o aparelho que desejarem.

Veja algumas fotos do Projeto Ara:

De acordo com o texto postado na página do ATAP (grupo de tecnologias avançadas e projetos responsável pelo Ara) no Google+, o evento marcará o lançamento da versão alpha do MDK, o kit de desenvolvimento. O MDK é uma plataforma com especificações e referências para a implementação livre e que contém tudo o que é preciso para desenvolver um celular modular. Na conferência, o Google dará detalhes dos recursos existentes e previstos na plataforma Ara. Além disso, terão sessões de avaliação do kit MDK alpha e o anúncio de uma série de desafios e prêmios para desenvolvedores.

A conferência será realizada nos dias 15 e 16 de abril no Museu da História do Computador, em Mountain View, nos EUA, e será transmitida pela internet.

Recentemente, a Phonebloks, uma comunidade que vem trabalhando no desenvolvimento do smartphone modular desde o início do projeto , postou um vídeo (em inglês) com atualizações do projeto, inclusive comentando a ida da divisão para o Google com a venda da Motorola.



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.