Satoshi Nakamoto mora em uma modesta casa em Temple City, na Califórnia, de acordo com a Newsweek

Bitcoin é uma moeda virtual criada por Satoshi Nakamoto
Getty Images
Bitcoin é uma moeda virtual criada por Satoshi Nakamoto

Em matéria publicada nesta quinta-feira (6) em seu site, a revista Newsweek afirma ter encontrado o criador do bitcoin Satoshi Nakamoto . Nascido no Japão, mas naturalizado americano, Nakamoto tem atualmente 64 anos, é engenheiro e mora em uma modesta casa em Temple City, na Califórnia, EUA.

LEIA TAMBÉM: Bitcoin: Como a moeda virtual funciona

Segundo a reportagem, a conversa com Satoshi Nakamoto foi breve e realizada na presença de dois policiais. Quando a jornalista Leah McGrath Goodman, que assina a matéria, bateu em sua porta, Nakamoto imediatamente chamou a polícia. Ainda assim, ele concordou em responder algumas perguntas. Sobre o bitcoin, o engenheiro apenas disse: “não estou mais envolvido e não posso discutir isso. Foi passado para outras pessoas. Eles estão encarregados agora. Eu não tenho mais nenhuma conexão”.

O artigo que foi o pontapé inicial do bitcoin, lançado oficialmente em 2009, é assinado por um Satoshi Nakamoto que nunca havia sido identificado e que era tido apenas como um pseudônimo pela comunidade de desenvolvedores. Além da breve conversa com o Nakamoto que vive em Temple City, a reportagem da Newsweek se valeu de entrevistas com seus filhos, irmãos e com programadores que trabalharam virtualmente com ele para traçar seu perfil.

VEJA TAMBÉM: Conheça as máquinas de fazer dinheiro (virtual)

De acordo com a publicação, Nakamoto atende pelo nome de Dorian Prentice Satoshi Nakamoto desde que tinha 23 anos. É descendente de samurais e budistas, veio para o Japão com a mãe e os dois irmãos quando tinha 10 anos, tem seis filhos e foi casado duas vezes. Durante anos, trabalhou para empresas de tecnologia próximas de Los Angeles e para o governo dos Estados Unidos. Além disso, Dorian S. Nakamoto é um colecionador de peças de trens desde que era adolescente. Os filhos consultados pela reportagem e um de seus irmãos, Arthur, concordam que Dorian possa ser o pai do bitcoin, mas acreditam que ele nunca irá assumir a autoria.

Gavin Andresen, cientista chefe da Bitcoin, que trabalhou virtualmente com Nakamoto, também acredita que Dorian possa ser o homem por trás da moeda virtual mais popular do mundo. De acordo com ele, o programador Nakamoto, que nunca conheceu pessoalmente, era mais velho que os demais desenvolvedores, tanto que trabalhava os códigos de uma maneira mais antiga. Além disso, contou Andresen à Newsweek, Nakamoto desapareceu dos fóruns de bitcoins em 2011, depois que a imprensa começou a tratar a moeda como algo pirata.

A comunidade bitcoin, no entanto, não está entusiasmada com a descoberta de Satoshi Nakamoto pela Newsweek segundo o Business Insider . O próprio Andresen lamentou no Twitter a publicação da história enquanto outros temem por Nakamoto, que teriam o equivalente a US$ 400 milhões em bitcoins.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.