Tablet bonito e bem construído com sistema Android caprichosamente personalizado custa menos de R$ 600

Muito interessada em ser a empresa nacional número um em vendas de gadgets no Brasil, a Positivo não para de lançar novos aparelhos no mercado, principalmente tablets. O mais novo exemplo é o Positivo mini, que no visual lembra demais o iPad mini, e se utiliza justamente disso para alavancar o produto.

Suas configurações não são top, mas com certeza é bem acima do básico. Seu preço convidativo é um dos maiores destaques, que junto a outros detalhes, podem fazer dele um tablet bem bacana. Será? Vamos conferir.

A favor:

• Bom custo benefício;
• Bonito design, boa qualidade de material;
• Ótimo som externo;
• Apps úteis já na memória.

Contra:
• Não possui GPS e 3G/4G;
• Pode dar umas engasgadas às vezes;
• GPU é um pouco antiga e não roda alguns jogos.

Design

Descrever o Positivo mini é quase como falar do iPad mini, da Apple. Muito inspirada no projeto da empresa da maçã, a Positivo seguiu bem os passos de um design de qualidade, e esse modelo é bem bonito e feito com um bom material.

Sua frente é toda em vidro, enquanto as laterais e a área da câmera atrás são de plástico e a traseira é em metal fosco prateado, muito bonito. Ele só está disponível em branco, e é bem mais pesado do que o tablet da Apple e modelos de outras marcas, com 430 gramas (o iPad mini pesa 331 gramas).

A frente conta com a tela, o logotipo da empresa, câmera e sensor. Abaixo temos um microfone, conexão micro USB e uma mini HDMI; na parte superior ficam a conexão de áudio e o slot para cartões microSD. Atrás temos a câmera, duas saídas de som, logotipo e os botões de volume e energia.

Suas molduras ao redor da tela são maiores do que a do iPad mini e, apesar de isso parecer um retrocesso, são melhores porque levam a menos erros quando você está o segurando, e clica em menos coisas por engano. Ele também é ligeiramente maior e mais grosso do que o tablet da Apple mas, se copiou, a Positivo não deixou de fazer um bom trabalho.

Tela

O display tem 8 polegadas (7.85, na verdade), é wide mas um pouco menos esticado, sendo um ótimo e confortável tamanho, principalmente para leituras e para navegar na internet. Com definição HD de 1024 x 768 pixels, sua densidade de pixels de 163 ppi não é das melhores, mas não parece fazer diferença aqui.

É possível enxergar os pixels na tela, mas ela conta com boa acuidade, boas cores e um brilho moderadamente alto. O vidro, que não se sabe se tem alguma proteção, é bastante reflexivo sob o sol, mas em luz equilibrada, não trará problemas.

O toque é macio, e mesmo não sendo muito leve, é fácil manuseá-lo com apenas uma mão. Seu teclado é bom para digitar, além de ser bem completo, com cedilha e outros símbolos. Às vezes, por causa do processamento, ele fica um pouco lento e come algumas letras.

Hardware e processamento

O hardware interno não é ruim e nem top. Com peças de desempenho distinto, a Positivo traz um processamento equilibrado, com chipset Rockchip, CPU quad-core de 1.6GHz Cortex-A9, GPU Mali-400 MP e 1GB de RAM.

Sua GPU é a mesma que a utilizada no iPhone 4 e, por ser um pouco antiga, não suporta alguns jogos mais novos, como Real Racing 3. Porém, aceita outros jogos menos exigentes, como Blood & Glory Legends e Dead Trigger 2, ambos testados e rodados com apenas alguns lags. Por ter carcaça de alumínio, esquentou bem pouco.

Os números dos benchmarks mostram o equilíbrio. No AnTuTu foram 19379 pontos, quase junto do Xperia Z e acima do Galaxy S3. No Quadrant, tivemos 5776 pontos, acima do HTC One X, um bom número. Já o Geekbench 3 não pôde ser calculado, pois ele se desligava antes de terminar o teste. No Vellamo, que mede a velocidade de navegação na internet, ele foi mais rápido do que o Galaxy S4, com 2061 pontos.

Nos testes de jogos, ele foi mediano. Foram 46 fps no Epic Citadel, tanto em alta qualidade como em alta performance. No 3DMark ele marcou, no Ice Storm, 3978 pontos, como o HTC Evo. No Unlimited foram 4146, próximo do iPad 3; finalmente, no Extreme, ele marcou 4062 pontos, mais do que o iPhone 5.

Na interação normal e tarefas do dia-a-dia, ele teve alguns momentos de lag, mas nada que atrapalhe sobremaneira. Às vezes, dá uma ou outra engasgada, mas para navegação na internet, redes sociais, emails, jogos casuais, edição de texto e outros, foi tudo bem no geral.

Nas conexões sem fio ele traz apenas o básico, para manter seu preço médio: Wi-Fi 802.11 b/g/n, WiFi hotspot, Bluetooth 4.0. Não esperava itens como NFC ou DLNA, mas pelo menos um GPS com A-GPS poderiam ter colocado, ou trazido um modelo com 3G. O conjunto de sensores também é básico: proximidade, luminosidade e acelerômetro.

Sistema operacional e usabilidade

A Positivo não costuma mexer demais no sistema de seus aparelhos e, quando mexe, são boas modificações. No Android versão 4.2.2 Jelly Bean que temos aqui, é a mesma coisa. Ele fica bem parecido com a versão pura, mas a Positivo, que é a única empresa brasileira certificada pelo Google pelas adaptações que faz em seu Android, colocou bons detalhes.

Ao ligar o mini, a configuração inicial é clara e bem fácil, não precisa nem escolher o idioma, e você deixa tudo pronto para usá-lo quando termina a iniciação. Na home são cinco janelas pré-nomeadas, como Jogos, Comunicação, Mundo Positivo, Ferramentas e Revistas e Jornais. Os apps que estão na memória já possuem atalhos separados por essas categorias.

Você também pode colocar widgets nessa janelas, bem como trocar o papel de parede. Abaixo há um dock fixo que abriga até oito atalhos e aplicativos e o botão da área de apps. Você também pode agrupar os atalhos em pastas. Na área de aplicativos, eles estão dispostos em ordem alfabética, seguidos dos widgets. Abaixo de toda tela ficam os três botões do sistema, voltar, home e multitarefa.

São duas as barras superiores: uma no canto esquerdo, mostra as notificações e aplicativos; a do canto direito apresenta toggles para ativar e desativar conexões, além de informações do proprietário e acesso às Configurações.

Os ajustes não são muitos, sendo o suficiente para você personalizar seu aparelho de forma moderada. Além do que o Android já apresenta, pode-se ajustar a conexão HDMI, captura de tela, senha, aplicativos, som, tela e outros. Pelo WiFi você pode espelhar o conteúdo do tablet em uma TV HD.

Aplicativos

Indicado para o público leigo que procura seu primeiro tablet, a Positivo já inseriu no mini muitos aplicativos, para que o usuário possa conhecer mais do que um tablet pode fazer e, se quiser, nem precisa baixar novos apps. São 53 ao todo, e alguns podem ser desinstalados para livrar espaço na memória.

Temos todo o conjunto oferecido pela Google, incluindo o Traduzir, YouTube, todas as suas cinco lojas de conteúdo, Mapas, Hangouts, Gmail e Chrome. Do sistema há Calculadora, Câmera, Configurações, Downloads, E-mail, Estúdio de filmes, Gravador de som, Navegador, Notícias e clima, Pesquisa por voz, Pessoas e Relógio.

A Positivo já coloca também alguns apps dela, como App Grátis Positivo, Manual do Usuário, Concursos (link para o site) e Positivo (um atalho para seu site). De terceiros há uma série de apps de revistas e jornais, Evernote (para guardar notas), Explorer, Facebook, Kingsoft Office, Skype e Twitter.

E não faltam jogos, alguns em demonstração e outros completos: 100% jogos (link para a loja da Gameloft na Play Store), Clouds & Sheep, Cut the Rope Free, Fruit Ninja, GunsNGlory WW e Jetpack Joyride.

Câmera

Enquanto câmera de tablet, ela é aceitável. Mas como uma câmera para registros, não é aconselhável. Com sensor de apenas 2 megapixel sem flash, estabilização, foco automático ou foco por toque, ela deixa a desejar na definição.

As fotos não saíram com boa acuidade, e parecem pinturas, por causa do processo de diminuir a pixelação das imagens. Quebra um galho para registros corriqueiros que temos de fazer durante o dia (fotografar notas fiscais, documentos, acidentes, etc), e até que captou bem a luz em ambientes mais escuros. Em algumas imagens, as cores ficaram vibrantes, mas não chaparam muito.

Os ajustes no aplicativo da câmera são mínimos. É possível passar para a câmera frontal, para vídeo e para foto panorâmica, além de acertar o equilíbrio de branco, escolher entre cena automática ou noturna, escolher o tamanho da imagem e ativa a geolocalização.

Para vídeos ela também é bem fraquinha. Há também uma câmera frontal, de qualidade VGA, que mostrou-se bem parecida com a traseira. Ela é boa para vídeo chamadas.

Música e mídia

O som externo do Positivo mini agradou bastante. Tem volume alto e é equilibrado em graves e agudos. Como possui duas saídas de som, consegue um estéreo razoável, que melhora caso o tablet esteja perto do rosto. Pena que ele é embaixo do tablet, e quando o viramos na horizontal para filmes e jogos, o som fica todo de um lado só.

Ele usa todo o seu corpo de metal e vidro, ligeiramente oco, como um amplificador do som, e por isso vibra todo. Fica ótimo colocá-lo em cima de uma mesa de madeira ou vidro. O som tem boa amplitude e vai agradar para músicas, jogos e filmes.

Nativamente ele não aceita alguns dos formatos mais conhecidos de vídeo, mas isso pode ser resolvido com um app de terceiros. Reproduziu sem qualquer soluço vídeos em Full HD, sua tela HD tem ótima qualidade para filmes, seriados e outros títulos. O som também fica bom tanto externa quanto internamente.

Completa o conjunto uma conexão mini HDMI, que permite que você conecte o tablet a uma TV HD para passar seu conteúdo, bastando apenas adquirir o cabo que transforme mini HDMI em HDMI. Com esses elementos, vemos que o Positivo mini é muito indicado para mídias, sejam músicas ou vídeos.

Bateria e armazenamento

A bateria não fez feio. Não é informado qual a sua potência, mas em bom uso ela aguentou 10 horas. Isso inclui navegação na internet, jogos, música, filmes, os benchmarks que rodamos e que exigem da máquina, fotos, checagem de emails e outras tarefas. Um número muito bom.

Sob uso mais intenso, com jogos mais pesados ou filmes por um período superior a três horas, a bateria cai para 4 horas, mas isso não é de todo ruim. Para recarregar, entretanto, foi bem lento, demorando mais de 5 horas para o processo todo.

Dos 8 GB que a Positivo informa que existem no tablet, 5.23 GB são liberados para o usuário. Esse não é um número ruim, e é possível instalar muitos apps de peso médio, ou dois jogos pesados e vários apps médios. Enfim, caso você também queira usá-lo como centro de entretenimento, é possível colocar um cartão microSD de até 32 GB no slot.

O que vem na caixa

Para conseguir manter o preço mais baixo, a Positivo só colocou o essencial dentro da caixa do mini, com aparelho, cabo USB, carregador com fio e guia rápido.

Acessórios do iPad mini

Sendo tão parecido, será que é possível utilizar acessórios do tablet Apple iPad mini nele? Infelizmente não, pois como vimos, ele é ligeiramente maior do que esse gadget em alguns milímetros, seja de largura, altura ou espessura. E como sua conexão não é a lightning, proprietária da Apple, outros tipos de acessório também não encaixam nele. Uma pena.

Para quem é

Se você curte o design do iPad mini mas não pode pagar o alto preço dele, o Positivo mini pode ajudar nisso. Ele é muito parecido com o iPad mini, quase uma cópia? É, mas isso não é problema aqui, e sim uma vantagem. É um tablet bonito e bem construído, com sistema Android caprichosamente personalizado.

Custando menos de R$ 600, torna-se um dos tablets de melhor custo benefício no País, sem perder a qualidade. Muito bom para mídias e navegação na internet, tem alguns tropeços de processamento mas é, atualmente, a opção mais em conta e com mais vantagens no mercado brasileiro.

Informações

Positivo Mini
Preço: R$598
Tela: 7.85 polegadas
Resolução de tela: 1024 x 768 pixels
Sistema operacional: Android 4.2.2 Jelly Bean
Processamento: Rockchip quad-core de 1.6GHz Cortex-A9, 1GB de RAM
Armazenamento: 8 GB internos (5.23 GB para o usuário)
Câmera: 2 megapixels, frontal VGA
Conectividade: Wi-Fi 802.11 b/g/n, WiFi hotspot, Bluetooth 4.0, USB
Dimensões: 18 x 9.2 x 0.65 cm
Peso: 430g
Autonomia de bateria: Até 10 horas em stand-by / Até 4 horas em conversação e internet
Itens inclusos: aparelho, guia rápido, carregador com fio e cabo USB.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.