A HTC já foi a terceira colocada em vendas no mundo, atrás da Apple e da Samsung, vendendo 10% dos smartphones no mundo dois anos atrás

Reuters

M8 é a versão atualizada para 2014 do HTC One
Divulgação
M8 é a versão atualizada para 2014 do HTC One

TAIPÉ, 7 Abr (Reuters) - A fabricante taiuanesa de smartphones HTC divulgou um prejuízo maior que as estimativas de analistas para o primeiro trimestre, depois que um marketing ineficaz resultou em vendas mais fracas de seu antigo modelo principal.

LEIA TAMBÉM: Samsung é multada em Taiwan por difamar celulares da HTC na web

O HTC One passou seu ano no topo da linha de produtos, ganhando boas resenhas, mas foi minado por uma publicidade amplamente criticada como confusa, o que fez a participação de mercado da companhia cair.

A HTC já foi a terceira colocada em vendas no mundo, atrás da Apple e da Samsung, vendendo 10% dos smartphones no mundo dois anos atrás, mas encerrou 2013 com uma fatia de mercado de apenas 2%, segundo dados da empresa de pesquisas Strategy Analytics.

A companhia começou 2014 contabilizando um prejuízo líquido de 1,88 bilhão de dólares taiuaneses (US$ 62,06 milhões de dólares) entre janeiro e março, ante um prejuízo médio estimado por 18 analistas consultados pela Reuters de 1,59 bilhão de dólares taiuaneses, e um lucro de 85 milhões de dólares taiuaneses um ano antes.

A receita caiu 22,6%, para 33,12 bilhões de dólares taiuaneses, disse a companhia em comunicado nesta segunda-feira (7).

A HTC, no entanto, quebrou 28 meses de queda na receita na comparação anual, com uma alta de 2,16% em março, e disse que espera voltar ao lucro no segundo trimestre graças, em parte, ao lançamento no final de março de seu carro-chefe atualizado, o HTC One M8.

Por Michael Gold.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.