X-Pro traz chip Intel Atom de 1,2 GHz, específico para tablets, e solução de segurança da McAfee

Nesta quinta-feira (10), a DL lançou, em parceria com a Intel, o tablet DL X-Pro, o primeiro da marca com processador Intel Atom Dual Core de 1,2 GHz. O dispositivo tem tela de sete polegadas, roda Android 4.2 com poucas modificações em sua interface e traz ainda 1 GB de memória RAM e 8 GB de memória interna. A previsão da fabricante é que a novidade esteja à venda nas principais lojas até o final do mês com preço sugerido de R$ 449.

LEIA TAMBÉM: Comprei meu primeiro tablet com Android. E agora?

Com 25% de participação no mercado, segundo dados de dezembro de 2013 de vários institutos, e totalmente focada no mercado de tablets, a DL está trabalhando forte para trazer produtos para todas as camadas da sociedade. Conforme explicou seu diretor comercial e de marketing, Francisco Hagmeyer Júnior, o foco da empresa hoje é 90% em tablets, o restante são em acessórios que complementam a experiência do cliente. A Intel também aposta alto no segmento: para 2014, as estimativas são de 40 milhões de tablets vendidos em todo o mundo segundo Steve Long, diretor geral da Intel América Latina.

O DL X-Pro possui câmera frontal de 2 megapixels (uma versão com câmera traseira é esperada para este ano ainda), bateria de 3.000 mAh que dura de 4 a 5 horas e pesa 334 gramas. Além de conectividade Wi-Fi, conecta-se a outros dispositivos via Bluetooth e possui entrada microUSB para pendrive de até 64 GB e para cartão de memória de até 64 GB. Segundo a DL, um tablet só com Wi-Fi atende a demanda do mercado. De acordo com dados reunidos pela empresa, 67% dos tablets vendidos possuem Wi-Fi e apenas 33% trazem também 3G. Hagmeyer diz que produtos com conectividade 3G devem sair ainda esse ano, mas que não há planos de versões com conexão para a rede 4G.

Outro destaque do X-Pro com chip Intel é o McAfee Mobile Security, um software gratuito da empresa recém comprada pela Intel que protege o usuário de vírus.

Anteriormente, havia sido noticiado que o tablet custaria R$ 499, mas o preço correto é R$ 449. A informação já foi corrigida.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.