Celulares com versão 4.1.1 do sistema são vulneráveis

A falha de segurança Heartbleed, descoberta na semana passada por pesquisadores do Google e da empresa de segurança Codenomicon, afeta também celulares com uma versão específica do sistema Android, do Google.

LEIA TAMBÉM:
Heartbleed: tire suas dúvidas sobre a falha de segurança

Na última sexta-feira, o Google alertou em seu blog de segurança que aparelhos com a versão 4.1.1 do Android podem estar vulneráveis ao Heartbleed, dependendo das configurações do aparelho.  Ao site Ars Technica , o especialista de segurança Marc Rogers, da Lookout Mobile, afirmou que testes da empresa constataram que outras versões do Android também podem estar vulneráveis.

Segundo Rogers, é bem mais difícil explorar o Heartbleed em celulares do que em servidores. Ainda assim, o especialista recomenda que usuários de celulares afetados tenham cuidado ao transmitir informações como senhas até que a falha seja resolvida.

Uma forma de verificar se seu celular está vulnerável ao Heartbleed é baixar o aplicativo grátis Heartbleed Detector, da própria Lookout. Ele analisa as configurações do celular e avisa se ele é vulnerável ou não.

CONTINUE LENDO:

Heartbleed foi "simples erro de programação", diz responsável pela falha

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.