Relatório aponta os altos custos de fabricação como um dos impeditivos para que a tecnologia OLED esteja presente em outros produtos como as televisões

TV OLED da LG tem tela de 55 polegadas e resolução Full HD
Claudia Tozetto/iG
TV OLED da LG tem tela de 55 polegadas e resolução Full HD

O lançamento de TVs com a tecnologia OLED têm sido mais lento do que o esperado pelo setor de acordo com um novo relatório da NPD Display Search  citado pela CNET

LEIA TAMBÉM: Benefícios das televisões com telas curvas são limitados

A demora para o surgimento de novos produtos é explicada pelos altos custos de produção e a falta de avanços tecnológicos. No documento, a previsão de receitas vindas de produtos com a tecnologia OLED foi rebaixada de US$ 1 bilhão para US$ 795 milhões.

A tecnologia OLED é muito mais cara para fabricar do que o LCD e a falta de pedidos, combinados aos baixos rendimentos, deve manter o preço elevado por mais um tempo segundo o relatório da NPD.

"A indústria de material de OLED e os investidores relacionados estão justificadamente preocupados para onde o material de OLED irá em um futuro próximo", disse Jimmy Kim, analista sênior de materiais de telas e LED para a NPD DisplaySearch.

A tecnologia OLED é usada principalmente em telas de smartphones, mas atualmente é vista em um punhado de telas de TV da Samsung e da LG.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.