Kim Dotcom mora em mansão de mais de US$ 20 milhões na Nova Zelândia

Kim Dotcom, fundador do Megaupload, comemorou nesta quarta-feira (16) a recuperação de sua fortuna, que foi confiscada logo após o fechamento do site de compartilhamento, em 19 de janeiro de 2012. A fortuna de Kim Dotcom inclui uma mansão avaliada em mais de US$ 20 milhões e uma coleção de mais de dez carros de luxo, além de contas bancárias. 

LEIA TAMBÉM:
Kim Dotcom lança álbum dias antes da estreia de seu serviço de música

Conhecido pelo estilo de vida extravagante, Dotcom resolveu comemorar a volta de sua fortuna com uma corrida de carros. Ele alugou um autódromo por um dia e fará uma corrida de carros com amigos e membros do Partido da Internet, que ele próprio fundou na Nova Zelândia há alguns meses.

Veja de Kim Dotcom, o excêntrico fundador do Megaupload

Os bens de Kim Dotcom estão congelados há mais de dois anos, quando ele foi preso em uma operação do FBI em conjunto com o governo neozelandês. Depois de solto, ele foi autorizado a continuar vivendo em sua mansão, mas diversos bens foram confiscados pelas autoridades.

Nos Estados Unidos, Dotcom está sendo processado por violação de direitos autorais, lavagem de dinheiro e outros crimes. O processo é relativo ao site Megaupload, criado por Dotcom e considerado um meio de distribuição de conteúdo pirata pelas autoridades dos EUA.

Poucas semanas após sua prisão, Dotcom foi solto, mas não pode deixar a Nova Zelândia. Ele aguarda o julgamento de um pedido de extradição para os Estados Unidos, requisitado pelo governo americano. O processo deve ser julgado até agosto. No início de 2013, Dotcom lançou o Mega , serviço similar ao Megaupload, mas com criptografia nos arquivos compartilhados.

CONTINUE LENDO:

Conheça Kim Dotcom, o milionário por trás do Megaupload

Viagem de Dotcom a Mônaco teve carrões, iates e belas mulheres

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.