Interface 3D, plano de streaming e várias opções de preços são algumas das apostas de analistas do CRT Capital, Gartner e IDC

AP

NEW YORK (AP) – Uma reportagem publicada nessa semana no The Wall Street Journal afirmando que a Amazon planeja lançar um smartphone no segundo semestre deste ano levou analistas da indústria e blogs de tecnologia a loucura. Muitos começaram a devanear sobre o que o dispositivo pode oferecer.

Amazon teria plano de lançar um smartphone no segundo semestre de ano, segundo o WSJ
AP Photo/Mark Lennihan
Amazon teria plano de lançar um smartphone no segundo semestre de ano, segundo o WSJ

A Amazon não confirma que tem planos de fazer um smartphone. Lançar um dispositivo em um mercado lotado e dominado por gigantes como Apple e Samsung é difícil. Mesmo assim, inovações como o tablet Kindle Fire e programa iPrime (assinatura disponível apenas no EUA que incluí entrega rápida de produtos da Amazon, streaming ilimitado de filmes e séries e um sem número de livros grátis para leitura) mostram que a gigante do varejo online tem um talento especial para utilizar de seu enorme tamanho e orçamento de marketing para capitalizar em cima das lacunas de mercado.

LEIA MAIS: Amazon lança Fire TV, dispositivo de transmissão rival da Apple TV

Alguns relatos não confirmados dizem que o telefone pode ter uma interface 3D e múltiplas câmeras frontais. Confira cinco recursos que especialistas em tecnologia acreditam que a Amazon poderia incluir em seu smartphone.

1. Compras 3D

Uma interface 3D que não precise de óculos especiais poderia oferecer um monte de usos possíveis. Por exemplo, quando você está comprando online, você poderia escolher ver uma imagem 3D de um tênis ou de uma jaqueta para ver todos os seus detalhes de uma maneira mais fácil, sugere Bill Menezes, analista de pesquisas do Gartner. Outra possibilidade seria o usuário escanear sua sala de estar e fazer uma renderização em 3D. E quando ele estiver fora de casa comprando móveis, basta tirar uma foto, e inserir digitalmente o produto para ver se ele se encaixa.

"Você poderia pensar ‘Oh, é assim que aquele sofá roxo fica no quarto, acho que vou comprá-lo’, e assim evitaria o remorso do comprador", diz Ramon Llamas, gerente de pesquisa em telefonia móvel do IDC.

2. Jogos aprimorados

A Amazon está expandindo rapidamente o negócio de jogos com seu Amazon Game Studio e as ofertas games em seu novo dispositivo de streaming, o Amazon Fire TV .

"Um telefone pode ser uma maneira de ajudá-los a crescer em jogos", diz o analista da CRT Capital Neil Doshi.

Uma suposta interface 3D do smartphone também pode ser uma maneira de oferecer uma experiência de jogo mais robusta ao usuário.

3. Compras em supermercado

Amazon vem testando uma espécie de varinha Wi-Fi chamada Amazon Dash que simplifica a digitalização do código de barras dos produtos. Esse recurso poderia ser incluído no telefone da Amazon para melhorar os atuais aplicativos de leitura de códigos de barras. Combine esse novo dispositivo com o serviço de mercearia Amazon Fresh , atualmente em teste em Seattle, Los Angeles e San Francisco, e as compras de supermercado serão drasticamente simplificadas. Em vez de arrastar um carrinho de compras por meio de corredores, ou mesmo percorrer uma lista de produtos online, um simples movimento do seu smartphone em sua despensa faz o trabalho e logo você terá todos os seus mantimentos a sua porta em poucas horas.

"É uma oportunidade de continuar amarrando o usuário ao ecossistema da Amazon", diz Doshi.

4. Streaming de vídeo gratuito

Llamas, do IDC, sugere que um dos recursos do smartphone possa ser uma versão sem propaganda do serviço de vídeo da Amazon, por meio de uma filiação ao plano Prime de US$ 99 por ano (cerca de US$ 220). O serviço hipotético poderia ser acessado no telefone, em um Kindle ou na TV Fire, da Amazon, mas não em outros lugares como o Xbox ou Roku, diz ele, estratégia que poderia ser importante para impulsionar as vendas do smartphone.

5. Preços competitivos

Menezes do Gartner especula que o telefone possa ser vendido em diferentes níveis de preços. Uma primeira camada pode ser um pagamento de uma só vez pelo o telefone que ofereça aplicativos e serviços da Amazon, mas em um número limitado de outros recursos. Os planos de preços mais elevados se caracterizariam por um valor mensal e um smartphone com muito mais recursos e serviços.

Atualmente, é difícil ser competitivo em preço em um mercado de telefonia acirrada. Mas, como a Amazon tem mostrado com seus tablets, a empresa está disposta a fornecer hardware de alta qualidade, mesmo que com uma perda financeira, para minar concorrentes como Apple e colocar seus dispositivos nas mãos de pessoas que vão usá-los para comprar bens e serviços da Amazon.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.