Celular é aposta da empresa para disputar mercado de smartphones sofisticados

Reuters

A Samsung Electronics disse que o número de smartphones Galaxy S5 produzidos com câmeras que não funcionam é "muito limitado" e que foram tomadas medidas para garantir que o problema não ocorra novamente em novos carregamentos.

LEIA TAMBÉM:
Teste: Galaxy S5 tem câmera que filma em 4K e monitor cardíaco

Galaxy S5 é novo smartphone de ponta da Samsung
Stella Dauer
Galaxy S5 é novo smartphone de ponta da Samsung

Notícias sobre o problema surgiram na semana passada, menos de um mês depois do lançamento global do aparelho, com a Samsung apostando no S5 para superar seu predecessor e reconstruir o momento da marca em um mercado cada vez mais competitivo.

A empresa sul-coreana alertou que os lucros devem cair entre janeiro e março na comparação anual, seu segundo trimestre consecutivo de queda.

"Descobrimos que a questão foi vista em uma quantidade muito limitada da produção inicial do Galaxy S5 e foi causada por complicações em componentes do ROM (Read Only Memory) que armazena informação necessária para operar a câmera", disse a Samsung em comunicado enviado por email.

Uma porta-voz da empresa se recusou nesta segunda-feira a especificar o número de telefones afetados, mas disse que o problema foi reportado nos Estados Unidos e em outros países.

Consumidores afetados por problemas na câmera do S5 devem entrar em contato com o atendimento ao cliente da Samsung ou com a operadora de celular, disse a empresa.

(Por Se Young Lee)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.