Localizada na área de free shop, nova filial da FNAC deve praticar preços próximos aos dos EUA. Compra compensa para quem vai para países europeus

Na madrugada deste domingo (11), a FNAC inaugurará sua loja na área de free shop do aeroporto de Guarulhos, dentro da área de embarque internacional. Um dos produtos que deve atrair mais clientes é o iPhone, da Apple. O smartphone deve ser vendido com preço bem inferior ao cobrado no Brasil.

LEIA TAMBÉM:
Teste: iPhone 5s aposta em leitor de digitais

Ao iG , a assessoria da FNAC confirmou a abertura da loja e a venda do iPhone, mas não revelou os preços. Mas eles certamente serão bem inferiores aos cobrados pela Apple no Brasil. 

Por ser localizada na área de free shop, a loja venderá produtos sem a cobrança de impostos, o que reduz bastante o valor dos produtos. No caso do iPhone, o modelo 5s mais básico é vendido no Brasil por R$ 2.799. Nos Estados Unidos, o preço do aparelho é de US$ 649, o equivalente a R$ 1.460. Espera-se que o preço cobrado na loja da FNAC seja próximo ao praticado nos Estados Unidos. 

Caso a loja adote o preço-base da Apple, o aparelho terá preço similar ao comprado nos Estados Unidos. Naquele país, o imposto VAT (Value Added Tax) pode aumentar o valor final do produto em até 10%. Um iPhone 5s de US$ 649 comprado em Nova York, por exemplo, sai por US$ 714 com impostos.

No caso do Brasil, quem comprar um iPhone na loja de Guarulhos terá que pagar o imposto de 50% sobre o valor além de US$ 500. No caso de um iPhone 5s de US$ 649, o imposto seria de 50% sobre US$ 149, ou seja, US$ 75. Somado o imposto, o aparelho sairia por US$ 725, pouco mais caro do que nos EUA, mas ainda muito mais barato do que no Brasil.

No fim das contas, a compra compensa para quem vai viajar para países em que o iPhone é mais caro do que nos Estados Unidos, como Reino Unido ou França. Na França, por exemplo, o iPhone 5s com 16 GB custa US$ 975. Na Alemanha, Reino Unido e Itália os preços também passam de US$ 900.

Veja também: Fotos de lojas da Apple pelo mundo

4G de iPhone importado não funciona no Brasil

Quem optar por comprar um iPhone na loja da FNAC deve estar atento a um detalhe: a conexão 4G não funcionará no Brasil. Os produtos vendidos na loja serão importados, e, como qualquer iPhone comprado no exterior, não são compatíveis com a frequência do 4G adotada no País. 

Como ocorre em qualquer loja de free shop, o acesso à loja será restrito aos passageiros que embarcam para destinos internacionais.

CONTINUE LENDO:

iPhone 6 deve chegar em agosto, um mês antes do previsto

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.