Aparelho só pode ser comprado por viajantes que utilizem o novo terminal internacional

ATUALIZAÇÃO - 16/5//2014 - Sem autorização da Receita, FNAC não pode vender iPhone mais barato em Guarulhos .

A Fnac inaugurou no dia 11/5 sua nova loja no aeroporto de Guarulhos, dentro do novo terminal de embarque para voos internacionais. Caso obtenha autorização da Receita, a loja em tese poderia vender produtos importados sem a cobrança de impostos, entre eles o iPhone 5s, o que reduzirá os preços dos eletrônicos.

O modelo 5s mais básico é vendido no Brasil por R$ 2.799. Nos Estados Unidos, o preço do aparelho é de US$ 649, o equivalente a R$ 1.460. Espera-se que o preço cobrado na loja da FNAC seja próximo ao praticado nos Estados Unidos.

A varejista não revela o preço que será cobrado pelo produto e informou ao iG  que não garante o estoque, apesar de não revelar o número de aparelhos que serão vendidos.

O iPhone na loja somente poderá ser comprado por passageiros de 15% dos voos internacionais que partem do aeroporto até que o terminal opere com total capacidade, na Copa.

Leia também: iPhone 5s aposta em leitor de digitais

"Caso os aparelhos se esgotem, somente serão repostos no dia posterior", informa a varejista. A Fnac ainda não garante preços baixos e aponta que podem ser modificados diariamente de acordo com a cotação do dólar.

Veja também: Lojas da Apple pelo mundo

Os aparelhos podem ainda vir com especificações americanas, e o consumidor pode não conseguir trocar o aparelho nas lojas nacionais da Fnac. "Estamos trabalhando com fornecedores para que a loja de Guarulhos seja integrada à rede", informa a Fnac.

A loja, com 130 metros quadrados, um décima de lojas tradicionais, venderá outros aparelhos celulares e produtos, como cabos, fones de ouvidos, livros, brinquedos, câmeras e tablets. O foco da Fnac é ser uma loja de conveniência para passageiros em trânsito, e vender produtos também para estrangeiros, principalmente americanos.  

E também: iPhone 6 deve chegar em agosto, um mês antes do previsto

A Fnac já tem mais de 120 lojas de conveniência na Europa, localizadas em aeroportos, estações de trem e de metrô. A loja do aeroporto de Guarulhos é a primeira fora da região.

A varejista se diz disposta a abrir outras lojas do tipo no Brasil, inclusive em estações de metrô. Porém, uma loja no metrô não teria benefícios fiscais para os produtos, e o mix vendido sofreria mudanças. 

Preços mais baixos

Caso a loja adote o preço-base da Apple, o iPhone pode ter preço similar ao comprado nos Estados Unidos. Naquele país, o imposto VAT (Value Added Tax) pode aumentar o valor final do produto em até 10%. Um iPhone 5s de US$ 649 comprado em Nova York, por exemplo, sai por US$ 714 com impostos.

E também: Apple negocia compra da fabricante de fones de ouvido Beats

No fim das contas, a compra compensaria para quem vai viajar para países em que o iPhone é mais caro do que nos Estados Unidos, como Reino Unido ou França. Na França, por exemplo, o iPhone 5s com 16 GB custa US$ 975. Na Alemanha, Reino Unido e Itália os preços também passam de US$ 900

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.