No Weed Firm, jogador gerenciava virtualmente uma empresa de cultivo de maconha

Nesta semana, a Apple retirou da sua loja de aplicativos um jogo que estava se tornando cada vez mais popular por não concordar com o seu conteúdo. Desenvolvido pela Manitoba Games, o Weed Firm permitia ao usuário gerenciar virtualmente uma empresa de cultivo de maconha segundo explica o site AdWeek .

Weed Firm, jogo de cultivo de maconha, foi banido da App Store da Apple
Divulgação
Weed Firm, jogo de cultivo de maconha, foi banido da App Store da Apple

A Apple não costuma comentar esse tipo de caso, logo, o Adweek não pode confirmar se o aplicativo violou alguma outra regra da App Store. O jogo também não aparece na loja do Android, o Google Play, mas o desenvolver garantiu ao site que sua ausência não tem relação com o conteúdo. Em geral, de acordo com o AdWeek, o Google tem menos restrições desse tipo do que a Apple.

LEIA MAIS: Apple retira último aplicativo de Bitcoin da App Store

Outros aplicativos com a temática maconha estão disponíveis em ambas as lojas. É o caso do WeedMaps, um aplicativo para encontrar onde comprar maconha legalmente nos Estados Unidos. O uso recreativo da planta já é permitido nos estados do Colorado e em Washington.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.