Protótipo de tablet para criar mapas em 3D do ambiente faz parte do Projeto Tango, do Google em parceria com universidades e empresas de todo o mundo

Desenvolvedores interessados em mapeamento 3D a partir de sensores podem trabalhar no tablet do Projeto Tango
Reprodução
Desenvolvedores interessados em mapeamento 3D a partir de sensores podem trabalhar no tablet do Projeto Tango

O Google lançou nesta quinta-feira (5) um pacote para desenvolvedores interessados em construir um tablet para o Projeto Tango. Anunciado em fevereiro, o Projeto Tango é um dispositivo capaz de mapear o ambiente e, com seus dados, criar um mapa em 3D do local. O primeiro protótipo com esse objetivo está sendo desenvolvido na forma de um smartphone.

LEIA MAIS: Google anuncia smartphone que mapeia ambiente ao redor do usuário

O kit agora oferecido aos desenvolvedores é de um protótipo de tablet com processador Nvidia Tegra K1, 4 GB de memória RAM, 128 GB de armazenamento interno, câmera que registra movimentos, sensores de movimento integrados e conexões Wi-FI, BTLE e 4G.

O Projeto Tango tem como objetivo fornecer um entendimento da escala humana do espaço e do movimento aos dispositivos móveis. Ele foi desenvolvido pelo Google em parceria com universidades, laboratórios de pesquisa e parceiros industriais de nove países ao redor do mundo. Uma vasta pesquisa sobre o que foi feito na última década na área de robótica e de visão computacional, com foco em mobilidade, foram reunidas pelo grupo.

O Google avisa na página do Projeto Tango que estes kits para tablets são projetados para desenvolvedores profissionais interessados ​​em explorar o futuro do sensoriamento 3D móvel. Aqueles que adquirem o pacote de US$ 1024 receberão não apenas o protótipo, mas atualizações dos algoritmos do software e a evolução das APIs (Application Programming Interface, ou Interface de Programação de Aplicativos). Os pacotes serão comercializados ainda este ano em edição limitada. Para comprar um kit é preciso se inscrever no site do Projeto Tango.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.