Líder do projeto mostrou protótipo aos desenvolvedores

O Projeto Ara, smartphone modular do Google, fez sua primeira aparição pública no Google I/O, evento para desenvolvedores realizado nos dias 25 e 26 de junho em San Francisco, nos Estados Unidos. Paul Eremenko, um dos líderes do time que está trabalhando na ideia, mostrou um protótipo do que pode er o celular feito em partes que se encaixam.

LEIA MAIS: Smartphone modular do Google deve ser lançado em janeiro de 2015

Ainda em desenvolvimento, o smartphone feito em módulos ainda tem problemas, como o executivo destacou. Segundo o The Verge , houve, inclusive, um momento em que o aparelho teste travou e parou de funcionar. De acordo com Eremenko, o desafio é grande. Uma das dificuldades é transferir os dados dos módulos para o hardware. O Android também precisará de mudanças para apoiar essa modularidade, e conforme o executivo, esse será um "teste de estresse" para verificar se o sistema operacional é flexível o suficiente para o smartphone modular.

Dentre as possibilidades futuras do Projeto Ara, Eremenko destacou um módulo que funcione como chaveiro para o carro, ou uma câmera fotográfica muito potente que se adapte a vários aparelhos modulares e que possa ser compartilhada. A equipe do Projeto Ara também está investigando um novo tipo de bateria, mais poderosa do que as atuais. Novas opções de revestimentos dos módulos feitos em uma impressora 3D 50 vezes mais rápidas que as atuais também estão em teste.

Eremenko anunciou também um desafio para os desenvolvedores. Um prêmio de US$ 100 mil para quem criar um módulo que permita que o telefone modular faça algo que nenhum celular jamais fez antes. O vencedor ganha também uma viagem para a próxima conferência de desenvolvedores do Ara.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.