Linha Nokia X2 será a última com sistema do Google a chegar ao mercado

Nesta quinta-feira (17), a Microsoft anunciou um plano de reestruturação que cortará 18 mil postos de trabalho . Desse total, 12.500 demissões serão vindas da recém-comprada Nokia. O plano de reestruturação da empresa também determina o fim dos investimentos em smartphones com sistema Android.

Nokia X com Android foi criado antes da compra da Nokia pela Microsoft
Henrique Martin/ZTOP
Nokia X com Android foi criado antes da compra da Nokia pela Microsoft

Na prática, isso quer dizer que a empresa não investirá mais na linha de smartphones Nokia X, que rodam Android. A Microsoft continuará a vender e dar suporte para as unidades já produzidas.

Em e-mail enviado aos funcionários da empresa e publicado no site da Microsoft, Stephen Elop, vice-presidente da divisão de produtos móveis da empresa, afirma que os atuais designs e recursos dos atuais smartphones da linha Nokia X serão adaptados para rodar o Windows Phone.

A ideia é usar produtos da linha Nokia X, mais baratos dos que os smartphones Lumia, para vender aparelhos com Windows Phone a preços mais baixos.

"É importante entender que o papel dos smartphones na Microsoft é diferente do que era na Nokia. Enquanto a unidade de hardware da Nokia era o principal foco da empresa, na Microsoft todos os produtos de hardware devem incluir serviços e tecnologias desenvolvidas pela empresa", diz Elop no comunicado.

Fim da Nokia: veja celulares históricos da empresa

Nokia X teve vida curta

Os rumores de um celular da Nokia com Android começaram a circular no fim do ano passado, mas o projeto havia sido concebido alguns meses antes. Após a venda da Nokia para a Microsoft, muitos analistas duvidavam que o celular com Android chegasse ao mercado, já que a prioridade da Microsoft sempre foi o Windows Phone.

Mas o celular da Nokia com Android foi lançado em fevereiro deste ano, durante o MWC 2014. A família de celulares Nokia X trazia uma versão bastante modificada do Android, com serviços da Microsoft, como Bing e OneDrive, em destaque, e interface bem diferente de outros celulares com sistema do Google. Os aparelhos começaram a ser vendidos em março em alguns mercados, mas não chegaram ao Brasil.

No mês passado a Microsoft anunciou uma nova versão dos aparelhos, a linha Nokia X2. Eles devem chegar a alguns mercados ainda este mês, e serão os últimos celulares com Android produzidos pela Microsoft.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.