No acumulado do primeiro semestre, as vendas de tablets tiveram crescimento de 21% ante o mesmo período de 2013

Reuters

A previsão é que as vendas de tablets cheguem a 10 milhões de unidades até o fim do ano
André Cardozo/iG
A previsão é que as vendas de tablets cheguem a 10 milhões de unidades até o fim do ano

As vendas de tablets no Brasil avançaram 1% no segundo trimestre ante o mesmo período de 2013, mas caíram 12% sobre os três primeiros meses deste ano, alcançando 1,94 milhão de unidades, segundo dados da empresa de pesquisa de mercado IDC Brasil.

LEIA TAMBÉM: LG G Pad é tablet com bom desempenho e preço competitivo

"O foco do varejo em TVs e smartphones no período que antecedeu a Copa do Mundo teve um impacto negativo nas vendas de tablets no segundo trimestre", disse o analista de mercado da IDC Brasil Pedro Hagge, acrescentando que o varejo é o principal canal de vendas de tablets.

No acumulado do primeiro semestre, as vendas de tablets totalizaram 4,157 milhões de unidades, crescimento de 21% ante o mesmo período de 2013, de acordo com a IDC.

A previsão, segundo Hagge, é que as vendas de tablets no Brasil cheguem a 10 milhões de unidades até o fim do ano, uma alta de 19% em relação de 2013.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.