Além da tela sensível ao toque de proporção 1:1, aparelho vem com a nova versão do teclado físico da companhia

Nesta quarta-feira (24), a BlackBerry apresentou sua mais recente investida no mercado de smartphones. Em eventos realizados em Toronto, Londres e Dubai, a empresa mostrou o Passport, um aparelho de tela quadrada de 4,5 polegadas com proporção de 1:1, display HD de 1440x1440 pixels (453 dpi). A novidade marca a entrada da empresa em uma fase potencialmente mais decisiva de seu longo processo de retomada.

LEIA MAIS: "Temos problemas, mas não estamos mortos", diz CEO da BlackBerry

Além do formato, o novo smartphone se destaca pela tela sensível ao toque e pelo novo teclado QWERTY da companhia. Segundo a BlackBerry, o Passport é um aparelho projetado para executivos em busca de produtividade. Feito para ser levado no bolso, o novo equipamento conta com a tecnologia de proteção da tela Corning Gorilla Glass 3 e aço inoxidável fundido ao seu redor. Seu processador é um Quad Core 2.2 GHZ somados a 3 GB de memória RAM. O aparelho possui câmera traseira de 13 megapixels e 32 GB de memória de armazenamento.

O teclado físico, uma das características mais marcantes dos aparelhos da empresa canadense, também apresenta novidades. O BlackBerry Passport inclui o primeiro teclado acionado por toque do setor, com gestos que garantem mais eficiência e precisão para digitar, editar e navegar. Segundo a fabricante, o novo teclado QWERTY do BlackBerry Passport é quase quatro vezes mais preciso que os teclados virtuais do BlackBerry 10, com aproximadamente 74% menos erros. Com 3450 mAh, a bateria do Passaport tem até 30 horas de uso misto.

O BlackBerry Passport e o smartphone Porsche Design P’9983 são os primeiros aparelhos lançados com a mais recente plataforma de sistema operacional da BlackBerry, o BlackBerry 10 versão 10.3. Eles contam com recursos nativos como o BlackBerry Blend, que leva o conteúdo do celular para outros dispositivos como computador e tablet, e o BlackBerry Assistant, assistente digital, além da loja virtual BlackBerry World e da Amazon Appstore, que dá acesso aos aplicativos para trabalho e lazer.

As vendas nos Estados Unidos começam na quarta-feira da semana que vem, em 1º de outubro, por US$ 599 (cerca de R$ 1.500). No Brasil ainda não há previsão para lançamento.

BlackBerry ainda briga pelo mercado corporativo

A BlackBerry, que já foi pioneira na indústria de smartphones, recentemente concluiu um processo de três anos de reestruturação e reduziu em grande parte as suas perdas. Agora, cabe ao presidente-executivo, John Chen, provar que os novos aparelhos e serviços da empresa são capazes de gerar novas fontes de receitas e recuperar a rentabilidade.

"A BlackBerry ainda está lutando pela sobrevivência. Eles ainda precisam se reestruturar e desenvolver um modelo de negócio viável", disse o analista da Morningstar Brian Colello à Reuters.

O lançamento do Passport, que possui uma grande tela quadrada e um teclado tátil sensível ao toque, dará início a um período agitado para a BlackBerry, com sede em Ontario, Waterloo. A companhia deve divulgar seus resultados do segundo trimestre fiscal na sexta-feira (25) e, em alguns meses, também espera-se que lance o aguardado BlackBerry Classic, que possui semelhanças com seu smartphone Bold, que já foi muito popular.

A BlackBerry está apostando que o Classic e o lançamento de seu novo sistema de gestão de dispositivos móveis, o BlackBerry Enterprise Service 12 (BES12), ajudem a recuperar espaço perdido para rivais tanto no mercado de hardware quanto no de serviços.

*Com informações da Reuters.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.