Já disponível no Android e gratuito, app SlideShare chega ao sistema operacional da Apple

Comprado pelo LinkedIn, site de compartilhamento de arquivos de cunho profissional ganha aplicativo para iOS, sistema da Apple
Divulgação
Comprado pelo LinkedIn, site de compartilhamento de arquivos de cunho profissional ganha aplicativo para iOS, sistema da Apple

Adquirido em maio de 2012 pelo LinkedIn, o SlideShare ganha seu primeiro aplicativo para dispositivos móveis da Apple a partir desta quinta-feira (2). Gratuito, o SlideShare já possui uma versão para aparelhos que rodam Android, o qual também receberá os novos recursos desenvolvidos para ambas os softwares. Por enquanto, os aplicativos só estão disponíveis em inglês, mas são bastante intuitivos e fáceis de usar.

Criado em 2006, o SlideShare é uma plataforma que permite aos usuários carregar e compartilhar facilmente apresentações, infográficos, documentos, vídeos, PDFs e videoconferências pela web. Segundo dados do próprio LinkedIn, no último trimestre de 2013, o site recebia em média 60 milhões de visitantes únicos por mês e 215 milhões de visualizações de página. Além disso, estava entre os 120 sites mais visitados do mundo.

LEIA MAIS: LinkedIn passa Twitter e é segunda maior rede social do Brasil no PC

A ideia do app é entregar ao usuário uma linha do tempo de conteúdos profissionais, mas também de outros temas. No aplicativo, serão oferecidas apresentações com base no que o próprio usuário subiu para o site, as categorias de informação que mais lhe interessam, o que é popular na rede de contatos e também sugestões do editor.

A recomendação na plataforma é uma parte importante para o SlideShare e por isso o aplicativo vai avisar o usuário quando alguém na sua rede de contatos subir algo novo. Além disso, para aqueles que usam iPhone 6 ou 6 Plus, o aplicativo oferecerá "SlideShares do dia" na seção já conhecida por Hoje, ou Today, em inglês.

Outra função do SlideShare é salvar as apresentações para mais tarde, de forma off-line, para que o usuário possa vê-las mesmo sem estar conectado na internet. O app também vai permitir que as pessoas compartilhem o que encontraram por e-mail ou mensagens de texto.

MAIS: Veja outros aplicativos que já foram destaque no App do dia:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.