Segundo empresa, vazamento pode ter acontecido devido a falhas de aplicativos de terceiros

Nesta sexta-feira (10), o Snapchat respondeu aos relatos de que dezenas de milhares de fotos tiradas com o aplicativo teriam vazado na internet. 

O Snapchat disse que seus servidores não foram comprometidos. Em comunicado enviado ao Wall Street Journal , a empresa disse que o vazamento teria afetado apenas pessoas que usam aplicativos de terceiros em conjunto com o Snapchat, prática proibida nos termos de uso da empresa.

LEIA TAMBÉM:
Saiba como proteger fotos íntimas no PC e no smartphone

O Snapchat não confirmou formalmente o vazamento, mas o comunicado enviado pela empresa reforça os rumores de que ele teria ocorrido.

Fotos "autodestrutíveis"

O fator de sucesso do Snapchat é justamente apagar as fotos logo depois que são vistas. Mas, usando aplicativos complementares, os usuários podem driblar essa limitação e salvar em seus aparelhos as fotos publicadas por meio do Snapchat. Foi por meio de brechas nesses aplicativos que os hackers teriam tido acesso às fotos, segundo o Snapchat.

Link retirado do ar

Na tarde desta sexta-feira, fóruns da internet ficaram agitados com a divulgação de um arquivo com cerca de 100 mil fotos supostamente publicadas por meio do aplicativo Snapchat.

O link do arquivo com as fotos foi retirado do ar poucas horas após sua publicação. Mas alguns usuários dizem ter o arquivo e afirmam que vão publicá-lo novamente nos próximos dias.

Nos fóruns da internet, há ainda usuários que suspeitam que tudo possa ser uma farsa, observando que algumas das fotos do arquivo já teriam sido publicadas anteriormente. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.