Uma empresa do Texas, nos Estados Unidos, apresentou um robô que pode ajudar hospitais a combater o ebola

BBC

O protótipo, chamado de "pequeno Moe", dispara flashes intensos de luz ultravioleta que desinfeta todas as superfícies em um quarto de hospital.

Fácil de carregar, o robô pode matar o vírus em poucos minutos.

ASSISTA AO BOLETIM

O boletim de tecnologia da BBC destaca ainda a ação judicial movida pelo Twitter contra o governo americano para poder divulgar detalhes de pedidos de vigilância online feitos pelas autoridades.

Além disso, há também o novo robô da Toshiba, que se comunica com a linguagem de sinais japonesa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.