Aparelho tem preço promocional de R$ 499 na loja da Asus

Apresentado na CES 2014, o Zenfone 5 chega oficialmente neste quarta-feira (15) ao Brasil, marcando a entrada da Asus no mercado nacional de smartphones. Um segundo aparelho, o ZenFone 6 estará a venda até o final do mês, reforçando os investimentos da empresa no País. 

ZTOP: Testamos o ZenFone 5, o novo intermediário do mercado

O Zenfone 5 com 8 GB de armazenamento e chip Intel dual core de 1,2 GHz chega ao Brasil por R$ 499 apenas na loja online da empresa, em comemoração aos 25 anos da Asus. Em outras lojas, ele será vendido por R$ 599.

Uma outra versão do Zenfone 5, com chip Intel dual core de 1,6 GHz e 8 GB de memória, sairá por R$ 649. A versão de 16 GB do Zenfone 5 sairá por R$ 699. Já o Zenfone 6 chega por R$ 999, com 16 GB de memória interna. O Zenfone 5 já pode ser encontrado nas lojas Kalunga, Fast Shop, Fuijioka e na própria loja da Asus online.

A chegada da linha de smartphones da Asus foi marcada pela realização de um grandioso evento em São Paulo, que contou com a presença de vários executivos, inclusive do CEO Jerry Shen, e apresentação da garota-propaganda da marca, Sabrina Sato.

ZenFone5 concorre na categoria de intermediários

Primeiro aparelho da empresa a ser comercializado no País, o Zenfone 5 tem tela IPS HD de 5 polegadas, processador Intel Atom de 1,2 GHz ou 1,6 GHz e memória RAM de 2 GB. No Brasil, chegam as versões com 8 GB de armazenamento e também de 16 GB, ambas com entrada para cartão de memória de até 64 GB.

O ZenFone 5 tem conexões 3G, Bluetooth, Wi-Fi e Wi-Fi Direct e é dual chip, como seus futuros concorrentes, como o Moto G 2014. Além disso, roda Android 4.4 KitKat com a interface ZenUI, criada pela Asus. A câmera traseira é de 8 megapixels, tem flash LED e faz vídeos Full HD, enquanto a frontal é de 2 megapixels. Já a bateria é de 2050 mAh.

Com design premiado no exterior, o ZenFone 5 chega nas cores branca, preta, vermelha e ouro. O aparelho tem borda de 5,5 mm e pesa 145 gramas. O Zenfone não é 4G, mas promete um uso melhor da conexão 3G graças à antena dupla chamada de Zentenna, que segundo a fabricante tornam o aparelho três vezes mais eficiente no que diz respeito à conexão a rede.

ZenFone 6

Versão um pouco maior e melhorada do ZenFone 5, o ZenFone 6 tem, como o nome sugere, tela IPS HD de seis polegadas, câmera traseira de 13 megapixels e frontal de 2 megapixels. Dual chip como o ZenFone 5, o aparelho deve chegar ainda em outubro ao varejo brasileiro.

Suas configurações de hardware são bastante semelhantes: processador Intel Z2560 de 1,6 GHz, 2 GB de memória RAM e 16 GB de armazenamento. Um dos diferenciais é a bateria, que no caso do ZenFone 6 é de 3250 mAh. O aparelho tem os mesmo 5,5 mm de espessura do ZenFone 5, mas pesa 196 gramas.

Além do design e das boas configurações, o ZenFone se destaca pela resistência da tela. Ambos os aparelhos possuem proteção contra riscos Corning Gorilla Glass 3, um revestimento contra digitais, o anti-fingerprint, que de acordo com a Asus reduz em até 30% as marcas de dedo na tela do aparelho. Outra novidade são as tecnologias Glove Touch e PanTouch, que permitem que o usuário use os aparelhos com canetas Stylus e até mesmo luvas nas mãos.

PixerMaster e ZenUI: algumas das apostas de software

Uma das apostas da Asus para sua linha de aparelhos é a interface ZenUI e alguns recursos de software próprios, como o PixelMaster que segundo a fabricante melhora sensivelmente as fotos tiradas com poucas luz. 

A interface ZenUI é uma das que mais modifica a aparência do Android, mas vai além da questão estética. A ZenUI oferece ao usuário recursos próprios dos smartphones da Asus, como a agenda What's Next, o organizador de tarefas Do It Later, o PC Link, que permite o usuário controlar o aparelho pelo PC, o Remote Link, que transforma o aparelho em controle remoto do computador, e o Share Link, para o compartilhamento de arquivos e aplicativos.

Já a PixelMaster é um software que trabalha de forma integrada com as câmeras dos aparelhos e que oferece ao usuário até 18 modos de fotografia. Um deles é o Selfie, que identifica até quatro rostos pela câmera traseira. Outro é o chamado Retrocesso de tempo, que registra imagens antes e depois do obturador da câmera ser acionado e ainda o modo Pouca Luz, que de acordo com a Asus, aumenta em até 400% a sensibilidade à luz das imagens feitas em locais escurtos. No evento de apresentação dos produtos, esse recurso pareceu bem promissor: fotos antes totalmente receberam uma luz natural, e não dura como quando se utiliza flash, por exemplo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.