O presidente também anunciou que diversas grandes companhias irão tomar medidas para tornar seus sistemas mais seguros e oferecer mais proteção aos consumidores

Reuters

Iniciativa de Obama ocorre depois que muitas companhias, incluindo Target, JPMorgan e Home Depot sofreram importantes vazamentos de segurança cibernética
Getty Images
Iniciativa de Obama ocorre depois que muitas companhias, incluindo Target, JPMorgan e Home Depot sofreram importantes vazamentos de segurança cibernética

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, assinou medida na sexta-feira (17) para aumentar a segurança dos cartões de crédito federais, e pediu que bancos e varejistas se esforcem para combater a crescente ameaça das fraudes.

LEIA MAIS: Após ataque, Target anuncia revisão de práticas de segurança e saída de diretora

A medida adicionará microchips e números PIN em cartões de crédito e débito do governo a partir de janeiro.

O presidente também anunciou que diversas grandes companhias irão tomar medidas para tornar seus sistemas mais seguros e oferecer mais proteção aos consumidores.

"A ideia de que alguém do outro lado do mundo pode contratar milhares de dólares de crédito em seu nome só porque roubou seu número, ou porque você passou o cartão no lugar errado na hora errada, é enfurecedor", disse.

A iniciativa de Obama ocorre depois que muitas companhias, incluindo Target, JPMorgan e Home Depot sofreram importantes vazamentos de segurança cibernética.

A Casa Branca informou que Home Depot, Target, Walgreen e Wal-Mart desenvolverão chips de segurança e números de PIN compatíveis com terminais de cartões em todas as lojas, principalmente a partir de janeiro.

Além disso, a American Express planeja lançar um programa de US$ 10 milhões para ajudar pequenos negócios a atualizar seus terminais de venda.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.