Microsoft Band será vendida inicialmente apenas nos EUA por US$ 199

O uso de aplicativos e acessórios para monitorar atividades físicas é uma das tendências mais quentes do momento. Nos últimos meses, empresas como Samsung, Google e Apple seguiram os passos das pioneiras Nike, Jawbone e Fitbit e lançaram produtos dessa categoria.

LEIA TAMBÉM:
Fitbit tem metade do mercado de pulseiras inteligentes

Nesta quinta-feira (30), a Microsoft se tornou mais uma a entrar nesse mercado. A empresa anunciou dois produtos voltados para monitoramento de saúde e atividade física: a pulseira inteligente Microsoft Band e o aplicativo Microsoft Health. 

A Microsoft Band é uma pulseira com sensores para medir quantidade de passos, batimento cardíaco e outras informações relacionadas a atividades físicas. A pulseira tem ainda uma tela, similar à da pulseira Gear Fit, da Samsung ( veja o teste da Gear Fit ). Ela exibe informações básicas, como trechos de e-mail, mensagens SMS e atualizações do Twitter.

A Microsoft Band é compatível com celulares Android, iPhones e, obviamente, aparelhos com Windows Phone. O acessório começa a ser vendido nesta quinta-feira apenas nos Estados Unidos, por US$ 199.

Health reforça aposta da Microsoft na nuvem

O segundo lançamento da Microsoft é o aplicativo Microsoft Health. Ele coleta e organiza os dados de atividades físicas enviados pelos acessórios. O aplicativo tem versões para Windows Phone, Android e iPhone e pode ser usado em conjunto com uma variedade de acessórios. Entre eles estão relógios com Android Wear e pulseiras conhecidas como Jawbone Up.

O app também pode receber informações de outros aplicativos de saúde, como os populares RunKeeper e MyFitnessPal. O Health tem ainda uma API que permitirá que outros aplicativos acessem os recursos do serviço.

Mais do que um app, o Microsoft Health é um serviço robusto que tem como objetivo reunir informações de atividades físicas produzidas a partir de várias fontes e sugerir novos hábitos para seus usuários. 

Em alguns países, caso o usuário deseje, será possível compartilhar as informações de saúde com serviços médicos cadastrados no Microsoft HealthVault, serviço que conecta pacientes a médicos (o serviço não funciona no Brasil).

Aposta na compatibilidade

Uma vantagem dos novos produtos da Microsoft é sua compatibilidade com todos os prinicipais sistemas do mercado. A pulseira funciona com celulares Android, Windows Phone e iPhone. O app é compatível não só com a Microsoft Band, mas também com pulseiras de outras marcas, relógios e pulseiras Android Wear e acessa os sensores do iPhone.

Essa é uma estratégia diferente da usada por Apple e Google. Produtos com Android Wear, versão do Android para relógios e pulseiras, funcionam apenas com celulares Android. É uma situação similar ao Apple Watch, relógio da Apple que também monitora atividades físicas. Quando for lançado, no início do ano que vem, ele funcionará apenas com produtos da Apple.

    Leia tudo sobre: aplicativo
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.