Desafio Intel Make it Wearable premiou as melhores iniciativas em computação pessoal criadas a partir do Intel Edison

Nixie, câmera de pulso que funciona como um drone, venceu o Desafio Intel Make it Wearable
Divulgação
Nixie, câmera de pulso que funciona como um drone, venceu o Desafio Intel Make it Wearable

Nesta quinta-feira (6), a Nixie foi nomeada vencedora do prêmio Desafio Intel Make it Wearable. Anunciado na CES 2014, o Intel Make it Wearable é uma iniciativa global da empresa para estimular a criatividade e desafiar os inovadores a avançarem a computação pessoal usando a tecnologia Intel Edison .

LEIA MAIS: Sobrevoo de águia vence concurso de fotos por drones

ZTOP:  I ntel Edison: Ideia brilhante, mas não foi o primeiro

Edison, como é chamado o pequeno computador, é alimentado por um processador dual-core Quark SOC, roda Linux, e já traz de fábrica conectividade Wi-Fi e Bluetooth.

Vencedora do prêmio no valor de US$ 500 mil, a Nixie é a primeira câmera vestível capaz de voar e de se desdobrar. Similar a um drone, a Nixie levanta voo para fazer fotos desde perspectivas inusitadas.

Em segundo lugar ficou a Open Bionics, que recebeu um prêmio no valor de US$ 200 mil. O projeto usou a impressão e digitalização 3-D de baixo custo e alta eficiência para fazer produtos personalizados para amputados por menos de US$ 1.000.

Vencedora do terceiro prêmio no valor de US$ 100.000, a ProGlove está oferecendo uma invenção corporativa que busca reduzir o estresse resultante do trabalho físico, melhorar a ergonomia e reduzir os custos relacionados a erros no ambiente de trabalho.

Veja abaixo o vídeo do Nixie, o projeto vencedor do desafio da Intel:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.