Brecha afeta versões do Windows para servidores e computadores domésticos

A Microsoft publicou nesta terça-feira (11) uma correção para uma falha grave de segurança do Windows. A brecha foi encontrada no componente Microsoft Secure Channel (Schannel), responsável por lidar com o SSL e outros protocolos de segurança usados na internet.

Segundo a Microsoft, hackers podem explorar a falha para controlar os computadores vulneráveis. A falha é mais grave nas versões do Windows usadas em servidores (Windows Server 2003 e superiores), mas pode afetar também versões domésticas do Windows (Windows Vista, 7, 8, 8.1 e RT). 

Ao Ars Technica , o especialista de segurança Amol Sarwate, da Qualys, esclarece que, no caso das versões domésticas, a falha ocorre somente se o usuário tiver algum software que monitora portas de internet e aceita conexões criprografadas. Esse tipo de software inclui, por exemplo, servidores FTP ou web.

A Microsoft classifica a falha como crítica em todos os seus sistemas e pede que os usuários ativem o Windows Update para atualizar seus sistemas o quanto antes. Quem estiver em dúvida sobre como atualizar o Windows pode acessar o site de segurança da Microsoft .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.