China é o segundo maior mercado de aplicativos da Apple

Reuters

App Store na China agora aceita cartões de crédito e débito de uma empresa local
iOS 7
App Store na China agora aceita cartões de crédito e débito de uma empresa local

A loja de aplicativos da Apple na China agora aceita pagamentos com os cartões de crédito e débito da chinesa UnionPay, divulgou a fabricante do iPhone nesta segunda-feira (17), em mudança que facilitará as compras para os usuários no segundo maior mercado de aplicativos da Apple.

LEIA MAIS: Apple busca profissional para lidar com pedidos de dados do governo chinês

"A capacidade de comprar aplicativos e fazer compras usando cartões UnionPay tem sido uma das funcionalidades mais pedidas pelos nossos clientes na China", disse o vice-presidente sênior de Software e Serviços de Internet da Apple, Eddy Cue, em um comunicado.

A Apple tem tentado impulsionar a adoção de pagamentos móveis em suas plataformas, mas o complexo sistema de pagamento bancário da China faz com que seja difícil realizar qualquer tipo de pagamento online.

Antes do UnionPay ser adicionado, a Apple contava principalmente com um sistema para a sua loja de aplicativos na China com um valor mínimo de 50 iuanes (US$ 8,16). A opção de pagamento com o UnionPay implica transferência direta de dinheiro de uma conta bancária pelo montante exato de cada compra.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.